PLACAR

Alcaraz sobre Shang: “Vamos nos enfrentar muito ainda”

Foto: ATP

Melbourne (Austrália) – Beneficiado pela desistência do chinês Juncheng Shang na partida de terceira rodada do Australian Open, o espanhol Carlos Alcaraz precisou disputar apenas dois sets inteiros para comemorar sua classificação às oitavas de final. Após a partida, o número 2 do mundo comentou sobre o abandono do adversário e afirmou ter percebido que ele não estava em suas melhores condições desde o início do confronto.

“Desde o início da partida percebi que ele não estava pronto e nem no nível que jogou no início do ano. Da minha parte, tive que me manter focado e planejar uma boa partida. Acho que fiz isso muito bem, mas obviamente ele não jogou no seu melhor”, afirmou o jogador de 20 anos que chega pela primeira vez à quarta fase do Grand Slam australiano em três participações.

Apesar de não ter enfrentado Shang nos seu melhores dias, Alcaraz acredita que voltará a reencontrar o chinês de 18 anos em novas e importantes batalhas no circuito. “Adoraria fazer uma partida melhor contra ele. Acho que ele não jogou o seu melhor, mas pude ver que acertava a bola com muita facilidade. Ele tem ótimas tacadas e é um jogador muito bom. Tenho certeza que vamos jogar mais de uma vez em grandes momentos e grandes palcos também. Um conselho que eu poderia dar a ele é não ter pressa agora para se recuperar”, frisou.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Sobre a própria campanha no Australian Open deste ano, o espanhol avalia que seu desempenho nos três primeiros jogos merece nota 7 ou 8, mas pensa que ainda pode evoluir mais nas próximas rodadas . “Estou me sentindo ótimo. É uma nota alta, mas é assim que me sinto. Acho que estou melhorando a cada partida, me movimentando, batendo na bola e me acostumando com essa quadra, já que não joguei muito nela”, analisou.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE