PLACAR

Zverev destaca mudança tática em virada inesperada

Foto: Nicolas Gouhier/FFT

Paris (França) – Foi por muito pouco, mas Alexander Zverev escapou da eliminação na terceira rodada e segue firme na disputa de Roland Garros. Neste sábado, o alemão chegou a estar perdendo por 4/1 e duas quebras abaixo diante do holandês Tallon Griekspoor, mas buscou a reação e virou um jogo perdido, triunfando por 3/6, 6/4, 6/2, 4/6 e 7/6 (10-3) em 4h14 de batalha.

Após a partida, o próprio número 4 do mundo admitiu que tinha poucas gentes de reverter o placar adverso e já havia aceitado a derrota. “Quando eu estava perdendo por 4/1, havia poucas chances de voltar, mas no 4/3 ele começou a pensar e depois, no tiebreak, sinto que joguei meu melhor tênis em toda a partida. Eu já tinha um discurso inteiro preparado para cada um dos membros da minha equipe. Eu ia dizer muita besteira a eles, vocês não podem imaginar”, revelou o jogador de 27 anos na entrevista coletiva.

Para Sascha, o ponto chave da recuperação passou por uma mudança tática, se aproximando mais da linha de base e diminuindo o tempo de reação do holandês, que estava mandando nos pontos e aproveitando o posicionamento mais distante de Zverev para subir à rede com frequência e liquidar os pontos com bons voleios.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

“A primeira coisa que fiz foi mudar minha posição lá atrás. Cheguei mais perto da linha porque estava ele me matando com saque e voleio. Pensando em como poderia ter a melhor chance de me recuperar, a primeira coisa que tirei dele foi seu saque e jogo de rede, que estavam funcionando muito bem hoje. Então ele começou a hesitar no 4/3 e cometeu duas faltas duplas. Talvez tenha perdido um ou dois pontos que não deveria ter perdido”, explicou o alemão.

Na próxima rodada, Alexander Zverev enfrentará o dinamarquês Holger Rune, 13º principal inscrito, que superou em sets diretos o eslovaco Jozef Kovalik, parciais de 7/5, 6/1 e 7/6 (7-2). O jovem de 21 anos venceu o único duelo anterior contra o alemão, levando a melhor em sets diretos nas oitavas de final do ATP 250 de Munique em 2022.

Griekspoor lamenta derrota

Do lado perdedor, o holandês Tallon Griekspoor saiu bastante frustrado de quadra, depois de desperdiçar uma enorme vantagem no quinto set em jogo que parecia na mão. “Levei Sinner ao limite em Miami, Djokovic em Paris-Bercy, uma dessas partidas vai cair do meu lado. Acho que definitivamente mereci o vitória hoje, mas aqui estou, falando com vocês após ter perdido o jogo. Com certeza dói por alguns dias, mas agora é hora de descansar e voltar para a grama”, disse.

Zverev recupera jogo perdido e supera Griekspoor no 5º set

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE