PLACAR

Wozniacki critica convite para Halep e cria polêmica

Foto: Maria Christina Acosta

Miami (EUA) – No primeiro dia da chave principal do WTA 1000 de Miami, uma polêmica agitou as entrevistas coletivas. Questionada sobre o convite dado para Simona Halep, a dinamarquesa Caroline Wozniacki foi firme e disse que atletas pegos no antidoping não deveriam receber convites para eventos tão grandes. Um pouco depois, a romena comentou a declaração e se defendeu.

“Eu não fiz nada de errado, não trapaceei, não me drogava. Então é melhor lermos a decisão do CAS de que se tratava de um suplemento contaminado, não era doping. Nunca tive nada a ver com doping. Eu nunca me dopei, então não sou trapaceira”, começou Halep, reforçando sua inocência no caso de doping que a deixou afastada das quadras por um ano e meio.

“Obrigado ao torneio por me dar o convite e ter a possibilidade de jogar em um torneio tão grande. Foi ótimo estar de volta. Apenas uma pessoa sendo negativa sobre mim, isso não é tão importante porque tenho centenas de pessoas que me dão amor”, cutucou a romena, que perdeu de virada para a espanhola Paula Badosa, com parciais de 1/6, 6/4 e 6/3.

Apesar de ser firme contra tenistas que testaram positivo no antidoping, Wozniacki tentou deixar claro que não tem nada contra a romena ex-número 1 do mundo. “Em primeiro lugar, sempre gostei da Simona. Sempre tivemos um bom relacionamento”, começou a dinamarquesa.

“Já falei muito abertamente no passado sobre o que sinto em relação ao doping e tudo mais. Acho que minha opinião é a mesma. Sempre quis um esporte limpo, justo para todos. Acho que definitivamente ainda é minha opinião. Eu entendo por que um torneio quer uma grande estrela, mas é minha crença pessoal, e não é uma crítica”, ponderou Wozniacki.

“Pessoalmente, não acho que as pessoas devam receber convites depois (do doping). Se você quiser voltar, eu entendo, mas deveria trabalhar de baixo para cima. Essa é minha opinião pessoal sobre as coisas”, complementou.

Wozniacki se recupera e vence, Sakkari conhece rival

6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Rafael Azevedo
Rafael Azevedo
25 dias atrás

Assim como foi com a Bia.

Luis Ricardo
Luis Ricardo
25 dias atrás
Responder para  Rafael Azevedo

não foi a mesma coisa .Procure se informar.

Paulo A.
Paulo A.
25 dias atrás

Pisou feio na bola, a Carol. O circuito feminino tem, de fato, muito veneno, inveja e intrigas. Este é um.exemplo: Simona foi vítima, não culpada. Perdeu preciosos 1 ano e meio de sua carreira…

Evandro
Evandro
25 dias atrás
Responder para  Paulo A.

Verdade é que ela não queria estar “voltando”, e sim continuar seu caminho, antes que fosse injustamente parada. Mas, é impossível retomar de onde parou, o circuito andou nesse um ano e meio, e ainda vem uma sem noção para tentar puxar um tapete que estenderam…

SANDRO
SANDRO
25 dias atrás

Muito decepcionado com a Wozniacki!!! Não esperava que ela fosse tão mesquinha, antiética e descortês com a Halep… Cadê a empatia??? Será que se Wozniacki for vitima de alguma injustiça como ela se sentiria se alguém lhe jogasse pedras como ela fez com a Halep??? E quantos torneios, títulos e premiações Halep perdeu fruto desta injustiça sem ser ressarcida??? É assim que as máscaras caem e gente conhece quem realmente é a Wozniacki…

trackback

[…] (EUA) – Derrotada pela espanhola Paula Badosa em sua primeira partida desde o US Open de 2022, a romena Simona Halep está planejando seu calendário no saibro e espera poder jogar o máximo […]

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da rápida final masculina de Miami

Collins segura os nervos e bate Rybakina: veja o melhor da final

PUBLICIDADE