PLACAR

Wawrinka confirma melhor momento e supera Murray

Foto: FFT

Paris (França) – No segundo duelo mais aguardado da primeira rodada masculina, o suíço Stan Wawrinka confirmou estar em melhor ritmo de competição e derrotou o escocês Andy Murray em sets diretos, com parciais de 6/4, 6/4 e 6/2, após 2h19 de esforço.

Campeão de 2015 e agora aos 39 anos, Wawrinka se torna assim o tenista de maior idade a vencer uma partida em Roland Garros, desde Roger Federer, em 2021. Seu adversário agora sairá do duelo entre outro britânico, Cameron Norrie, e o russo Pavel Kotov. Quem sobreviver neste setor tem boa chance de cruzar em seguida com o cabeça 2 Jannik Sinner, que é amplo favorito diante do veterano Richard Gasquet.

Este foi o 23º duelo entre Wawrinka e Murray em nível ATP e o 24º no total, já que o suíço havia vencido o jogo mais recente, no ano passado, em torneio challenger. Murray ainda leva vantagem de 13 a 11, porém só venceu um de sete confrontos realizados sobre o saibro, justamente na semifinal de 2016, quando atingiu sua única decisão em Paris. Este foi o segundo jogo de maior soma de idades no torneio, superado apenas por Ivo Karlovic (40) e Feliciano López (37) em 2019.

Agressividade fez diferença

Apesar dos dois primeiros sets bem equilibrados, a agressividade de Wawrinka do fundo de quadra determinou o ritmo da partida. Não à toa, marcou mais winners (33 a 24) e também mais erros não forçados (30 a 22), com sucesso também junto à rede, marcando 21 pontos em 29 investidas.

Nenhum dos dois veteranos sacou com eficiência, mantendo percentuais na faixa dos 55% de acerto, mas Wawrinka só permitiu dois break-points na partida e evitou ambos. Já Murray mostrava maior fragilidade, cedeu 10 chances de quebra e perdeu quatro games de serviço.

O ex-número 1 raramente esteve à frente do placar. Perdeu logo o primeiro saque da partida e novamente cedeu quebra muito cedo no segundo set, quando apenas marcou 1/0 antes de o suíço disparar outra vez. A passividade do escocês ficou ainda mais clara no terceiro set, quando parecia faltar potência para competir com Wawrinka.

Murray não vence uma partida em Roland Garros desde a vitória nas quartas de final de 2017 em cima de Kei Nishikori. Ele ficou do circuito desde Miami e só conseguiu disputar três jogos no saibro antes do Grand Slam, perdendo na segunda rodada do challenger de Bordeaux e na estreia do ATP de Genebra. Ele ainda vai competir na chave de duplas ao lado de Daniel Evans e enfrentam Thiago Wild e o argentino Sebastian Baez.

 

10 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
James Garcia
James Garcia
17 dias atrás

Esporte de alto nível requer um sacrifício que as pessoas não entendem. Murray arriscou muito sua saúde pra ser um dos maiores da história, porém o preço foi muito caro já não é mais 5% do que já foi um dia uma pena deixar o circuito nesse estado, mas será sempre uma lenda inegável

James Teixeira
James Teixeira
17 dias atrás
Responder para  James Garcia

5%? Meu xará, se muito ele é 2% do que já foi

Scott
Scott
17 dias atrás

Murray teve um fim de partida melancólico. Deu pena.

Vicentina
Vicentina
17 dias atrás

Gente que jogo legal este Murray x Warinka, é uma pena que um jogo deles seja a primeira fase porque são campeões de slam, fico triste pelo Murray cair agora ,mas é muito legal ver Warinka jogando bem mostrando técnica boa. Estou animada com RG e acho que o tênis masculino vai dar show e amanhã vamos ver Nadal x Zverev que espero seja um jogo legal também. Obrigada.

Carlito Miguel Paez,mi hijo
Carlito Miguel Paez,mi hijo
17 dias atrás

Corrige isso aí pra “momento menos pior”

Rafael Antonio
Rafael Antonio
17 dias atrás

Ganhou o melhor tenista (hoje e na história).

Walmir
Walmir
17 dias atrás
Responder para  Rafael Antonio

na história, o Murray é muito maior (o próprio Wawrinka concorda, ele já falou sobre isso)

Rafael Antonio
Rafael Antonio
16 dias atrás
Responder para  Walmir

Eu não disse maior, eu disse melhor! Há uma diferença aí. Abs

Joselito
Joselito
16 dias atrás
Responder para  Rafael Antonio

O h2h descorda de você.

José Alexandre
José Alexandre
16 dias atrás

Wawrinka com este físico inspira uns gordinhos quarentões a sair do sofá.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Toda a comemoração de Alcaraz na conquista de Roland Garros

Jannik Sinner é o 29º homem a liderar o ranking profissional

PUBLICIDADE