PLACAR

Victoria Barros defende título de 14 anos na França

A juvenil potiguar Victoria Barros conquistou neste domingo o bicampeonato do Open Stade Français, torneio de 14 anos da Categoria 1 do circuito da Tennis Europe, disputado em Paris. A brasileira venceu a sul-coreana Yesung Choo por 7/5 e 6/2.

Este é o quinto título de simples na temporada para Victoria Barros. Ela havia vencido um torneio de 14 anos na Croácia em abril e depois conseguiu três títulos e um vice-campeonato em torneios de 18 anos da Federação Internacional (ITF). Com isso, a tenista que completou 13 anos em dezembro, já ocupa o 418º lugar no ranking mundial juvenil.

Victoria venceu seis jogos na semana e não perdeu nenhum set. Ela também venceu a cazaque Kristina Kruchenko, a paraguaia Zoe Doldan, a australiana Koharu Nishikawa, a russa Aleksandra Khomitskaya e a japonesa Sakino Miyazawa ao longo da semana. Ela também foi semifinalista do torneio de duplas.

Nascida em Natal e com passagem por projetos sociais de São Paulo e Curitiba, Victoria começou a se destacar em competições internacionais de sua categoria e defendeu o Brasil no Sul-americano e Mundial de 14 anos na temporada passada. Depois de conquistar títulos na Europa e na América do Sul no ano passado, ela se mudou para a França no início da temporada e passou a treinar na academia de Patrick Mouratoglou, ex-técnico de Serena Williams, e que hoje trabalha com os top 10 da ATP Holger Rune e Stefanos Tsitsipas.

Além de viajar com o técnico Sliman Taghzouit durante o circuito, ela também tem a companhia da mãe, Maria Luiza, nos torneios. A tenista, que completou 13 anos em dezembro, ainda conta com escolar online, de uma instituição brasileira, e está aprendendo a falar inglês e francês.

Torneio é disputado desde 1990
A lista de campeãs do torneio, que é realizado desde 1990, inclui a belga Justine Henin em 1996, a eslovaca Dominika Cibulkova em 2003, a chinesa Qinwen Zheng em 2016 e a croata Petra Marcinko em 2019, apenas três anos antes de vencer o Australian Open juvenil e ser número 1 da categoria. O tênis brasileiro ainda tem um título com Thiago Wild na competição em 2014.

O torneio deste ano em Paris teve mais dois juvenis brasileiros, Nahuany Silva, que caiu na segunda rodada, e Felipe Mamede, finalista de duplas.

Jornalista de TenisBrasil e frequentador dee Challengers e Futures. Já trabalhou para CBT, Revista Tênis e redações do Terra Magazine e Gazeta Esportiva. Neste blog, fala sobre o circuito juvenil e promessas do tênis nacional e internacional.
Jornalista de TenisBrasil e frequentador dee Challengers e Futures. Já trabalhou para CBT, Revista Tênis e redações do Terra Magazine e Gazeta Esportiva. Neste blog, fala sobre o circuito juvenil e promessas do tênis nacional e internacional.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Quando os tenistas se machucam, mas ainda vencem

ATP seleciona as 10 melhores jogadas do ATP FInals