PLACAR

Venus sofre com o saque e leva a virada na estreia em Indian Wells

Foto: Jimmie48/WTA

Indian Wells (EUA) – Em seu primeiro torneio desde o US Open, Venus Williams foi eliminada na estreia do WTA 1000 de Indian Wells. Convidada para o torneio, a ex-número 1 do mundo foi superada pela japonesa Nao Hibino, 80ª do ranking, por 2/6, 6/3 e 6/0 em 2h04 de partida.

Venus teve muitas dificuldades com o saque durante a partida, fez dez duplas faltas, uma delas no match-point. Além disso, foram frequentes as marcações de foot-fault da norte-americana. Mesmo no primeiro set, que ela venceu, sofreu duas quebras, mas conseguiu quatro.

Hibino estava perdendo o segundo set por 3/2, mas reagiu com duas quebras seguidas. Já na parcial decisiva, a japonesa escapou dos três break-points que enfrentou, e conseguiu três novas quebras para aplicar um ‘pneu’. Ela enfrenta na segunda rodada a russa Veronika Kudermetova, 19ª do ranking.

Na última temporada, Venus sofreu muito com uma lesão no joelho, o que reduziu seu calendário de competições. Em janeiro, a veterana de 43 anos revelou que chegou a precisar de uma injeção de cortisona para jogar o último US Open. Sua vitória mais recente foi justamente contra Kudermetova, em agosto do ano passado em Cincinnati.

Atual campeã, Rybakina enfrenta Podoroska
Vencedora da edição passada em Indian Wells, a número 4 do mundo Elena Rybakina enfrenta a lucky-loser argentina Nadia Podoroska, que derrotou a norte-americana Ashlyn Krueger por 3/6, 6/3 e 6/3. Podoroska, de 27 anos e 87ª do ranking, perdeu o único duelo anterior contra Rybakina, na Billie Jean King Cup de 2021. A argentina entrou na chave com a desistência da espanhola Paula Badosa.

No mesmo quadrante, a tcheca Marketa Vondrousova terá um duelo de canhotas. A atual campeã de Wimbledon e número 7 do ranking estreia contra a norte-americana Bernarda Pera, 67ª colocada, que bateu a australiana Daria Saville por 7/5, 4/6 e 7/6 (7-5).

9 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Albert
Albert
1 mês atrás

Venus, será q nao está na hora?

F.F.
F.F.
1 mês atrás

Essa não soube a hora de parar
Pelo jeito ainda não sabe

Viviane
Viviane
1 mês atrás

Gosto da Venus, mas chega a ser triste assistir aos jogos dela. Sei que estes resultados não apagarão a sua história vitoriosa, mas acho que é preciso saber a hora de parar, por mais que doa.

Andre Borges
Andre Borges
1 mês atrás

Tenho um respeito absoluto pela história da Venus, mas uma tenista profissional dentro do top100 perder um set pra ela precisa rever muita coisa.

rodrigo soares dos santos
rodrigo soares dos santos
1 mês atrás

Como IW deu convite para Venus? Estava visível que não tem a mesma capacidade dentro de quadra.

Marcelo Costa
Marcelo Costa
1 mês atrás

Nadal também, iw errou também?

João
João
1 mês atrás

Falta de sensibilidade tanto da Venus como da organização.
A organização deveria reservar convites para tenistas jovens.
A Venus deveria entender que o tempo dela já passou e não tirar a chance de uma jovem ganhar o convite.

João Sawao ando
João Sawao ando
1 mês atrás

Deixa ela jogar até a hora que ela achar que deve parar.

Fausto Felice
Fausto Felice
1 mês atrás
Responder para  João Sawao ando

Certíssimo

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da rápida final masculina de Miami

Collins segura os nervos e bate Rybakina: veja o melhor da final

PUBLICIDADE