PLACAR

Veja todos os confrontos da Davis neste fim de semana

Foto: Twitter/CBT

Helsingborg (Suécia) – Com a participação do Brasil diante da Súecia na quadra dura coberta de Helsingborg, a rodada deste fim de semana da Copa Davis, válida pelo Qualificatório Mundial, terá outros 11 confrontos espalhados pelo mundo para ver quem se juntará a Austrália, Itália, Grã-Bretanha e Espanha na fase de grupos da competição, em setembro.

Dos 16 times classificados para esta etapa, oito garantirão vaga na fase final eliminatória, que acontecerá na cidade de Málaga, na Espanha, no mês de novembro. Os jogos do Qualificatório Mundial começam já nesta quinta-feira com o duelo inaugural entre Ucrânia e Estados Unidos.

Veja os confrontos deste fim de semana:

Suécia x Brasil – Helsingborg (piso duro coberto)
Suécia: Elias Ymer, Karl Friberg, Leo Borg, Andre Goransson e Filip Bergevi; Simon Aspelin (capitão)
Brasil: Thiago Monteiro, Felipe Meligeni, Gustavo Heide, João Fonseca e Rafael Matos; Jaime Oncis (capitão)

Canadá x Coréia do Sul – Montréal (piso duro coberto)
Canadá: Milos Raonic, Vasek Pospisil, Liam Draxl, Gabriel Diallo e Alexis Galarneau; Frank Dancevic (capitão)
Coréia do Sul: Soonwoo Kwon, Seongchan Hong, Jeamoon Lee, Jisung Nam e Minkyu Song; Young-Jun Kim (capitão)

Sérvia x Eslováquia – Kraljevo (saibro coberto)
Sérvia: Miomir Kecmanovic, Dusan Lajovic, Laslo Djere e Nikola Cacic; Viktor Troicki (capitão)
Eslováquia: Alex Molcan, Lukas Klein, Jozef Kovalik, Igor Zelenay e Lukas Pokorny; Tibor Toth (capitão)

Croácia x Bélgica – Varazdin (piso duro coberto)
Croácia: Marin Cilic, Duje Ajdukovic, Ivan Dodig, Mate Pavic e Nino Serdarusic; Velimir Zovko (capitão)
Bélgica: Zizou Bergs, Joris de loore, Gauthier Onclin, Sander Gille e Joran Vliegen; Steve Darcis (capitão)

Hungria x Alemanha – Tatabanya (piso duro coberto)
Hungria: Marton Fucsovics, Fabian Marozsan, Zsombor Piros, Mate Valkusz e Matyas Fuele; Zoltan Nagy (capitão)
Alemanha: Jan-Lennard Struff, Dominik Koepfer, Maximilian Marterer, Kevin Krawietz e Tim Puetz; Michael Kolhmann (capitão)

Holanda x Suíça – Groningen (piso duro coberto)
Holanda: Tallon Griekspoor, Botic Van de Zandschulp, Gijs Brouwer, Wesley Koolhof e Rojer Jean-Julien; Paul Haarhuis (capitão)
Suíça: Leandro Riedi, Alexander Ritschard, Marc-Andrea Huesler, Remy Bertola e Jerome Kym; Severin Luthi (capitão)

República Tcheca x Israel – Trinec (piso duro coberto)
República Tcheca: Jiri Lehecka, Tomas Machac, Vit Kopriva, Jakub Mensik e Adam Pavlasek; Jaroslav Navratil (capitão)
Israel: Yshai Oliel, Orel Kimhi, Daniel Cukierman, Edan Leshem e Roy Stepanov; Jonathan Erlich (capitão)

Ucrânia x Estados Unidos – Vilnius, Lituânia (piso duro coberto)
Ucrânia: Vitaliy Sachko, Oleksii Krutykh, Viacheslav Bielinskyi, Vladyslav Orlov e Illya Beloborodko; Orest Tereshchuk (capitão)
Estados Unidos: Taylor Fritz, Christopher Eubanks, Sebastian Korda, Austin Krajicek e Rajeev Ram; Bob Bryan (capitão)

Finlândia x Portugal – Turku (piso duro coberto)
Finlândia: Emil Ruusuvuori, Otto Virtanen, Eero Vasa, Harri Heliovaara e Patrick Niklas-Salmien; Jarkko Nieminem (capitão)
Portugal: Nuno Borges, Henrique Rocha, João Sousa, Gastão Elias e Francisco Cabral; Rui Machado (capitão)

Taiwan x França – Taipei (piso duro coberto)
Taiwan: Yu Hsiou Hsu, Tung-Lin Wu, Jason Jung, Chun Hsin Tseng e Tsung-Hao Huang; Hsiao-Yung Chang (capitão)
França: Adrian Mannarino, Luca Van Assche, Quentin Halys, Edouard Roger-Vasselin e Nicolas Mahut; Paul-Henri Mathieu (capitão)

Argentina x Cazaquistão – Rosário (saibro)
Argentina: Francisco Cerúndolo, Sebastian Baez, Tomas Etcheverry, Maximo González e Andres Molteni; Guillermo Coria (capitão)
Cazaquistão: Denis Yevseyev, Timofei Skatov, Dmitry Popko e Aleksandr Nedovyesov; Yuriy Schukin (capitão)

Chile x Peru – Santiago (piso duro)
Chile: Nicolas Jarry, Alejandro Tabilo, Cristian Garin, Tomas Barrios e Matias Soto; Nicolas Massu (capitão)
Peru: Juan Pablo Varillas, Gonzalo Bueno, Ignacio Buse, Arklon Pino e Conner Pino; Luis Horna (capitão)

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE