PLACAR

Tsitsipas foca no lado mental para ganhar seu 1º Slam

e|motion/Bildagentur Zolles KG/Christian Hofer

Melbourne (Austrália) – Finalista do Australian Open no ano passado, o grego Stefanos Tsitsipas segue em busca de seu primeiro título de Grand Slam depois de bater na trave duas vezes (foi vice em Roland Garros 2021). Em entrevista ao Guardian, ele se mostrou tranquilo em relação a essa busca e confiante de que chegará o seu tempo.

As conquistas de Carlos Alcaraz, que já venceu dois Slam apesar de ser mais novo que o grego, parece não abalar Tstsipas, que confia na sua capacidade de buscar um título deste porte. “Carlos tem dois Grand Slams agora, um contra Novak (Djokovic) e outro contra (Casper) Ruud. Estou esperando minha chance, tenho 25 anos, então ainda tenho muito tempo”, afirmou.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

“Não sou mais aquele cara que buscava grandes vitórias sem nada a perder”, acrescentou o grego, que vê sua condição no circuito mudar com o tempo, passando de franco atirador para um favorito na maior parte das vezes, um alvo para os rivais que estão atrás dele no ranking.

Tsitsipas acredita que o lado mental é o que falta para dar o próximo passo. “Tenho habilidade, sei bater na bola e meu corpo aguenta jogos longos. A mente é o próximo capítulo que preciso desbloquear para conseguir sete vitórias consistentes e ganhar um Grand Slam. É a única maneira de vencer seus principais rivais. Depois de descobrir como fazer isso, tudo acontecerá naturalmente”, comentou.

Após começar muito bem em 2023, com o vice em Melbourne, o grego teve problemas físicos e viu a temporada não ser tão boa quanto esperada. “Fiquei muito decepcionado, tive um bom início de ano e estava me sentindo muito bem, até que a lesão no ombro apareceu do nada e minha confiança desapareceu”, lamentou Tsitsipas.

“De repente eu não estava ganhando tantos jogos como antes e houve alguns problemas durante o ano. O objetivo nunca era terminar em 6º lugar no mundo, não vou me contentar com isso, pois há coisas muito maiores para mim do que isso”, disse o atual número 7 do mundo, que precisa de um bom resultado no Australian Open para não deixar o top 10.

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Leonardo
Leonardo
1 mês atrás

Pode ganhar, mas dificilmente vai fazer enquanto Djokovic estiver na ativa. Com Djokovic aposentado, pode dar sorte de pegar um Alcaraz, Rune, Medvedev, Zverev em um mal dia e ganhar uma final de GS. Mas Djokovic em um dia ruim passa por cima de Tsitsimas brincando, em um dia bom atropela de forma humilhante.

Paulo A.
Paulo A.
1 mês atrás

Com um backhand de um só mão, precisará de muita sorte para ganhar um Slam. Penso que essa era já acabou…Federer só alcançou tudo que conseguiu porque era um gênio, a despeito do seu backhand…

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE