PLACAR

Tomljanovic volta a uma final após 5 anos e luta por título inédito

Ajla Tomljanovic (Foto: LTA)

Birmingham (Inglaterra) – A ótima semana de Ajla Tomljanovic no WTA 250 de Birmingham neste sábado, quando ela garantiu vaga na final do torneio em quadras de grama. A experiente australiana de 31 anos e atual 190ª do ranking venceu a russa Anastasia Potapova, 36ª do mundo, por 7/6 (7-5) e 6/4 em 1h30 de partida.

Ainda em busca de seu primeiro título de WTA 250, Tomljanovic já disputou quatro finais na elite do circuito, a mais recente no início de 2019 em Hua Hin, na Tailândia. Ex-número 32 do mundo, a australiana já chegou duas vezes às quartas em Wimbledon, em 2021 e 2022. Ela operou o joelho no início do ano passado e só voltou a jogar em agosto, terminando a última temporada com um título no Brasil, ao vencer um torneio da série 125 em Florianópolis.

“Não esperava jogar uma final aqui. Eu realmente encaro uma partida de cada vez, por mais clichê que isso pareça”, disse Tomljanovic após a partida. “Eu apenas tentei manter a cabeça fria. Senti que estava perdendo muita energia no começo do jogo e tentei deixar de lado o que aconteceu para focar só no que eu poderia controlar. Vou fazer o meu melhor para me preparar e dar tudo de mim amanhã”.

O primeiro set da semifinal deste sábado teve uma quebra para cada lado. Tomljanovic abriu 3/1 e chegou a liderar por 5/3, mas não aproveitou a chance de sacar para fechar. Ainda assim, a australiana venceu a parcial no tiebreak. Já no segundo set, não enfrentou break-points e cedeu apenas sete pontos em seus games de serviço, conseguindo uma quebra no último game da partida. Superada na semi, Potapova está com 23 anos e segue com dois títulos e três vices.

Putintseva tenta conquistar seu terceiro WTA

A adversária de Tomljanovic na final marcada para às 8h (de Brasília) deste domingo será a cazaque Yulia Putintseva, de 29 anos e 41ª do ranking, que venceu a italiana Elisabetta Cocciaretto, 44ª colocada, por duplo 6/2 em 1h27 de partida. A cazaque lidera o histórico de confrontos contra a australiana por 4 a 1.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Dominante durante sua semifinal, Putintseva colocou pressão constante sobre os games de saque da italiana e criou 10 break-points para conseguir seis quebras, três em cada set. A cazaque disputará a sexta final da carreira e tem dois títulos no circuito, nas quadras de saibro de Nuremberg em 2019 e Budapeste em 2021. Já a jovem Cocciaretto, de 23 anos, segue com apenas um título de WTA, conquistado em Lausanne na última temproada.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Fils vence a grande batalha de Hamburgo em cima de Zverev

Veja como Zheng chegou ao bicampeonato em Palermo

PUBLICIDADE