PLACAR

“Tenho uma ótima carreira, mas quero mais”, avisa Medvedev

Foto: ATP Tour

Madri (Espanha) – Dono de 20 títulos no circuito, sendo um deles em Grand Slam, o russo Daniil Medvedev não se contenta com o que já alcançou. Quadrifinalista em Madri, ele agora tem quartas de final em todos os Masters 1000 da atualidade, mas espera conseguir dar saltos ainda maiores no circuito.

“Chegar às quartas de final de todos os Masters 1000 mostra que estou tendo uma ótima carreira, mas quero mais”, afirmou o russo, que já conquistou Cincinnati (2019), Xangai (2019), Paris (2020), Toronto, (2021), Miami e Roma (2023), buscando agora vencer pela primeira vez na capital espanhola.

O título de Roma no ano passado por enquanto é o seu único no saibro. Para seguir sonhando com a taça na Caixa Mágica, ele terá que superar o tenista da casa Rafael Nadal ou o tcheco Jiri Lehecka nas quartas de final. Medvedev tem apenas uma vitória em seis jogos contra Nadal e bateu Lehecka na única vez que se cruzaram.

Sobre a vitória desta terça-feira para cima do cazaque Alexander Bublik, ele se mostrou satisfeito com o que fez. “Acho que mostrei um bom nível. Alguns pontos positivos, alguns bons saques e alguns maus saques. Então foi um pouco de altos e baixos, mas estou feliz por ter conseguido me manter mais consistente e vencer no final”, analisou o russo.

“Foi uma partida difícil. Muitos drop shots e acabei ficando muito cansado correndo para eles. É aí que você perde a concentração e começa a jogar um pouco pior. Foi o que aconteceu, mas depois da partida ele me disse que também estava morto. Que bom para mim, pelo menos não fui o único”, finalizou.

3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
YAN
YAN
27 dias atrás

Ainda não entendo aquele título em Roma ano passado, foi claramente um ponto fora da curva, acho difícil o Medvedev voltar a ganhar outro Masters no saibro, seu jogo não encaixa no saibro, isso dificilmente vai mudar agora ou nas proximas temporadas.

Sociedade da Neve
Sociedade da Neve
27 dias atrás

Agora já era, filhão, foi brincar num título de AO ganho, vai ganhar uns 5 Masters 1000 e se chegar numa final de GS vai perder pra Alcaraz ou Sinner

Federer eterno GOAT
Federer eterno GOAT
27 dias atrás

sempre espirituoso, carismático e com um grande coração… meu jogador favorito no circuito após a aposentadoria do goat. Precisamos desesperadamente de mais caras assim no circuito.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE