PLACAR

Medvedev vence e completa quartas em todos os Masters 1000

Foto: Corinne Dubreuil/ATP Tour

Madri (Espanha) – Um dos jogadores mais consistentes do circuito atual, o russo Daniil Medvedev comprova essa fama com números. Nesta terça-feira, ao bater o cazaque Alexander Bublik em sets diretos, com parciais de 7/6 (7-3) e 6/4, ele se garantiu nas quartas em Madri e completou as quartas de final em todos os Masters 1000 vigentes.

Medvedev, que fez sua primeira aparição em quartas nesse nível em 2019, em Monte Carlo, se recuperou de uma quebra no set inicial contra o Bublik antes de garantir a vitória por 2 a 0, em 1h44. Após ampliar a “freguesia” contra o cazaque, com seis vitórias em seis jogos, o russo terá agora pela frente o espanhol Rafael Nadal ou o tcheco Jiri Lehecka, cabeça de chave 30.

Pela 20ª vez nas quartas de um Masters 1000, a terceira em 2024, o número 4 do mundo sabe que não terá jogo fácil. “Assisti ontem, ao terceiro set de Nadal, que não parecia muito cansado, mas Pedro (Cachin) estava. Será interessante ver como estará hoje. Treinei com Jiri aqui antes de começar o torneio e ele estava jogando um grande tênis”, analisou o russo na entrevista em quadra.

O russo se tornou o décimo jogador em atividade a fechar as quartas de final em todos os Masters 1000, se juntando a uma seleta lista que tem o espanhol Rafael Nadal, o sérvio Novak Djokovic, o britânico Andy Murray, o francês Gael Monfils, o croata Marin Cilic, o austríaco Dominic Thiem, o grego Stefanos Tsitsipas, o alemão Alexander Zverev e o búlgaro Grigor Dimitrov.

Dois sets bem distintos

No primeiro set da partida contra Bublik, o quarto, o quinto e o sexto games foram os mais movimentados, com chances de quebra para os dois lados. Medvedev perdeu a chance de ser o primeiro a quebrar, acabou amargando um break em seguida, mas devolveu a desvantagem logo depois. A definição acabou indo para o desempate, no qual o russo abriu 6-0 e fechou o quarto set-point.

Aproveitando o embalo da vitória na parcial inicial, o cabeça de chave três começou com tudo na segunda, anotou duas quebras consecutivas e venceu os quatro primeiros games. Bublik esboçou alguma reação ao devolver um dos breaks quando o rival sacou para fechar em 5/2, mas não conseguiu ir além disso e dois games depois viu Medvedev converter o primeiro match-point que teve.

Embora os dois sejam bons sacadores, não tiveram desempenho tão destacável, Bublik venceu apenas 56% dos pontos, teve 2 aces e 4 duplas faltas, enquanto Medvedev teve 65% de aproveitamento, não anotou aces e cometeu 2 duplas faltas. O cazaque até venceu a batalha dos winners (33 a 17), mas compensou nas duplas faltas (27 a 10).

4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Fernando Venezian
Fernando Venezian
21 dias atrás

O Malvadão superou os traumas do saibro, mesmo assim ainda não passa muita segurança! E como é legal ver o Bublik jogar, lembra o Stepanek. Variação que não acaba mais

Eduardo
Eduardo
21 dias atrás

O cumprimento dos dois na rede foi uma cena bastante simpática

Guilherme do ES Ribeiro
Guilherme do ES Ribeiro
21 dias atrás

20 quartas de Master 1000 e todos carimbados pelo menos até esta fase

Elizeu Ferreira de carvalho
Elizeu Ferreira de carvalho
21 dias atrás

27 duplas faltas? Pra mim isto é inédito!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE