PLACAR

Stan acredita no processo e se vê na direção certa

Foto: Peter Staples/ATP Tour

Cincinnati (EUA) – Um dos mais experientes tenistas em atividade no circuito, o suíço Stan Wawrinka tem conseguido bons resultados na temporada, entre eles o vice-campeonato no ATP 250 de Umag, seu último torneio antes do Masters 1000 de Cincinnati, onde estreou com vitória na segunda-feira, batendo o tenista da casa Brandon Nakashima em três sets.

“Até agora estou indo bem no geral, sinto que estou jogando bem e estou confortável em quadra. Preciso vencer mais partidas e seguir avançando nos torneios, mas está difícil para todos nós. Os jogos são complicados desde a primeira rodada. Na próxima eu jogo contra Frances Tiafoe e vai ser um grande desafio”, disse o suíço em entrevista ao Tennis Channel.

“Você tem que confiar no processo, é sobre o que faço todos os dias para melhorar. Claro que quero subir no ranking e quero voltar a ganhar torneios, mas quando você tem 38 anos é mais complicado. No final eu tenho que me concentrar em mim mesmo. O que importa é fazer melhor para seguir evoluindo um dia após o outro”, acrescentou.

Questionado sobre o vice em Umag, o suíço comemorou a ótima semana. “Eu me importo com esse esporte e é por isso que você fica nervoso ou pode chorar depois de perder uma final. Além disso, um dos meus objetivos é levantar um título antes de me aposentar, por isso aquela final foi tão importante para mim. Estou indo na direção certa”, encerrou o atual 51 do mundo.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE