PLACAR

Sinner sobrevive à batalha de 5 sets e conquista o primeiro Slam

Foto: Corinne Dubreuil/FFT

Melbourne (Austrália) – No encontro entre dois postulantes ao título inédito do Australian Open, Jannik Sinner levou a melhor sobre Daniil Medvedev e conquistou seu primeiro troféu de Grand Slam aos 22 anos. Medvedev teve o domínio da partida nas primeiras parciais, mas o italiano sobreviveu à batalha de cinco sets e buscou a virada com parciais de 3/6, 3/6, 6/4, 6/4 e 6/3 em partida com 3h44 de duração. Sinner é apenas o terceiro italiano campeão de Slam, juntando-se a Nicola Pietrangeli e Adriano Panatta, e garante o 1º título de Australian Open ao país.

A conquista de Sinner neste domingo encerra um jejum de quase 48 anos do tênis masculino italiano. Pietrangeli foi bicampeão de Roland Garros em 1959 e 1960, enquanto Panatta foi campeão em Paris no ano de 1976. Nesse intervalo, as mulheres Francesca Schiavone e Flavia Pennetta conquistaram um título cada uma. Algoz do decacampeão e número 1 do mundo Novak Djokovic na semifinal, ele é o vencedor mais jovem desde o próprio Djokovic em 2008.

Esta foi a quarta vitória seguida de Sinner contra Medvedev no circuito, apesar de o rival ainda liderar o histórico por ter vencido os seis primeiros jogos entre eles. Para o russo de 27 anos e especialista em quadras duras, é o terceiro vice-campeonato na Austrália e o quinto em Grand Slam. Ele tem um título do US Open em 2021. Em Melbourne, perdeu as finais de 2021 para Novak Djokovic e 2022 para Rafael Nadal, quando também teve dois sets de vantagem.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

O campeão do Australian Open soma 2 mil pontos no ranking e ganha 3,15 milhões de dólares australianos. O vice soma 1.300 pontos e ganha 1,725 milhão. Sinner permanece na quarta posição do ranking, enquanto Medvedev tinha a chance de recuperar a segunda posição, mas continuará em terceiro. Os líderes seguem sendo Novak Djokovic e Carlos Alcaraz.

Medvedev chegou para essa final tendo passado 20h33 em quadra, com três jogos de cinco sets, contra 14h44 de Sinner, que só havia perdido um set no torneio. Por isso, o russo iniciou a partida com uma estratégia mais agressiva e tomando a iniciativa dos pontos. Ele fez o quase triplo de winners que Sinner no primeiro set, 14 a 5, não enfrentou break-points e cedeu apenas cinco pontos em seus games de serviço, conquistando duas quebras para vencer a parcial.

Naquele momento, Sinner ficava atrás no placar pela primeira vez neste Australian Open e o domínio de Medvedev continuou no segundo set. Ele confirmou de zero seus três primeiros games de serviço e colocou pressão constante sobre os games de Sinner, criando seis chances de quebra para conseguir duas e liderar o placar por 5/1. Sinner reagiu no fim do set, devolveu uma das quebras e ainda teve um break-point no 5/3, mas errou a devolução e permitiu que o russo ampliasse a vantagem.

A melhora de Sinner no fim do segundo set e um bom desempenho no saque durante o terceiro fizeram a diferença para que ele reagisse no placar. O italiano disparou quatro aces na parcial e não enfrentou break-points, além de aproveitar a única chance de quebra que teve. A diferença física entre os dois já começava a se manifestar e passou a ficar ainda mais nítida no quarto set. Medvedev já não conseguia se impor na partida e oferecia menos resistência ao italiano, que dominava a maioria dos pontos com o forehand. E o italiano também prevalecia nos pontos mais longos. Sinner teve chances de quebra em três games distintos e só conseguiu quebrar no último game da parcial.

Cada vez mais confiante em quadra, ainda mais diante do evidente desgaste de um rival que passou 24 em quadra no torneio, Sinner continuou dominando a partida no quinto set e novamente não teve o serviço ameaçado. O italiano conseguiu uma quebra para fazer 4/2 no placar e soube administrar a vantagem e as emoções para consolidar a virada em cinco sets. Sinner liderou a contagem de aces por 14 a 11 e a de winners por 50 a 44. Ele cometeu menos erros não-forçados, 49 contra 57 de Medvedev. A partida teve quatro quebras para cada lado.

37 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Leonel
Leonel
1 mês atrás

Que legal o Sinner ter vencido. É ele e o Alcaraz que poderão fazer frente ao Djoko. Os robocops Medvedev/Rublev/Sverev e outros Rune/Ruud e ruins não vão se impor e o que é pior vão se acostumar a perder do Djoko.

Luiz Otavio Goes
Luiz Otavio Goes
1 mês atrás
Responder para  Leonel

Realmente os dois hj jogando a final estavam pensando no servio…

Vanderley Santana
1 mês atrás
Responder para  Leonel

Teremos mais equilíbrio

Luis Vanderley Santana
Luis Vanderley Santana
1 mês atrás
Responder para  Leonel

Q jogo

Fernando Venezian
Fernando Venezian
1 mês atrás

Medvedev saiu da zona de conforto nos dois primeiros sets, foi intenso e agressivo ao extremo, mas não suportou fazer esse jogo. Se não fosse pelo cansaço, o russo levaria, porém seria um pecado, pois o Sinner tá jogando um tênis primoroso! Enfim, a complexidade de um jogo de tênis é absurda!

Flávio
Flávio
1 mês atrás
Responder para  Fernando Venezian

Exatamente Fernando Venezian, penso o mesmo pois o russo perdeu energia e as quartas e as semi decididas no quinto set fez a diferença contra ele, mas foi um jogaço sem dúvida diferente da final feminina.

Daniel Neto
Daniel Neto
1 mês atrás

Assisti, do final do 1º set até mais ou menos a metade do 3º. Quando o Medvedev não confirmou a quebra no segundo game, imaginei que pudesse dar m… Não se perde tantas chances assim impunemente. Ainda mais, contra um cara que está voando, como o Sinner. Gostei de ver evolução no jogo do russo: recebendo o saque e jogando em cima da linha de base. Um avanço e tanto, pra um cara que jogava grudado na parede da quadra, tomando porrada o tempo todo. Parecia muito inseguro.

P.S – pareceque gastaram uma grana e o problema persiste: basta um aumento no número de acessos e o site sai do ar. Uma pena.

DAVID GOMES DE ALMEIDA
DAVID GOMES DE ALMEIDA
1 mês atrás

Parabéns para Sinner El Pecador tem jogado o fino do tênis, mereceu demais seu primeiro Slam. Como eu cansei de falar Sinner é melhor jogador da Next Gen, com certeza será o número 1 do mundo ainda em 2024, El Pecador é novo Rei das Hards. Depois que o Goat Djokovic parar, tenho certeza que Sinner vai dominar o circuito.

Patricia
Patricia
1 mês atrás
Responder para  DAVID GOMES DE ALMEIDA

Acho o Sinner o melhor também.

Thiago barbosa
Thiago barbosa
1 mês atrás

No 3° set prevaleceu sua superioridade, pela qual abateu todos os adversários ao longo do AO.
Muito sólido e com um mental extraordinário.
Mesmo sendo torcedor do djoko, torci muito pelo pecador.

Merecidíssimo!

Leo, o realista
Leo, o realista
1 mês atrás

Eu até gostava do Medvedev, mas depois que ele tomou essa mesmo virada do Rafa Nadal, nesse piso que o favorece bem mais, passei a despreza-lo. É um molenga comprovadamente duas vezes no mesmo slam.
O Sinner que não tem nada com isso, cresceu e agora o seu físico que era contestado, já não é mais problema. Parabenizar a ele, novo rei do piso duro, inclusive destronando o cotonete com requintes de crueldade.

Rogério Federico
Rogério Federico
1 mês atrás
Responder para  Leo, o realista

Será que o Medvedev – vencedor do US OPEN, 40 milhões de dólares de premiação na carreira, ex-número 1 do mundo, etc – conseguiria dormir se soubesse que vc o despreza?

É cada comentário que a gente lê por aqui…

Piter Oliveira
Piter Oliveira
1 mês atrás
Responder para  Leo, o realista

O cara ganha um GS e já vira rei do piso? Essa sua realidade é estranha…

Patricia
Patricia
1 mês atrás
Responder para  Piter Oliveira

Maneira de dizer né? Hoje ele foi o rei do piso.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
1 mês atrás
Responder para  Leo, o realista

Verdade, Alquingel. Sinner é o novo rei do piso duro, afinal tem os seguintes números contra o pobre Djokovic:

– 1×14 em GS;
– 0x7 em Finals;
– 1×29 em Masters 1000.

Realmente é o GOAT incontestável, pelo menos do hard.

Patricia
Patricia
1 mês atrás
Responder para  Paulo Almeida

Calma gente, ele está só começando. De QQ forma, tem minha torcida incontestável. Ele é o Djoko.

Flávio
Flávio
1 mês atrás
Responder para  Leo, o realista

Leo por quê? Ora bolas não seja injusto cara, pois não é fácil e veja que Medvedev lutou demais e acho que se não fosse o cansaço teria ganho do Sinner, além disso as partidas desgastantes nas quartas e semi fez a diferença para o Sinner hoje que mereceu também porque teve espírito de guerreiro ao vira rum jogo perdido.

Paulo Minoso
Paulo Minoso
1 mês atrás

Jogadoraço, fã do Nadal, humilde e discreto.

Impossível não gostar do Sinner.

José Andrade
José Andrade
1 mês atrás
Responder para  Paulo Minoso

Uma máquina de jogar tênis.

Patricia
Patricia
1 mês atrás
Responder para  Paulo Minoso

Concordo muito.

DAVID
DAVID
1 mês atrás

Parabéns Sinner El Pecador o melhor jogador da Next Gen e será número 1 do mundo ainda em 2024. A imprensa ficou babando em cima do Alcaraz e agora está vendo quem vai dominar o tênis nos próximos anos. Viva El Pecador eu avisei que Sinner era mais jogador do que Carlitos e Rune.

Luis Vanderley Santana
Luis Vanderley Santana
1 mês atrás

O circuito agora terá mais igualdade

Marcos Fontes
Marcos Fontes
1 mês atrás

Confesso que achei que Medvedev ia levar essa, ainda mais depois de fazer 2×0 … mas Sinner se superou. Aos poucos os remamescente do Big Three vão saindo do circuito e dando títulos aos outros, mas acho que Djoko ainda leva um Slam esse ano.

Luis Vanderley Santana
Luis Vanderley Santana
1 mês atrás

Daqui pra frente teremos mais equilíbrio no circuito

Adriano Veiga
Adriano Veiga
1 mês atrás

Que beleza!
Eu detesto esse russo, fiquei revoltado com a derrota do Sasha na semifinal por isso achei sensacional a vitória do menino Sinner.
Maravilha!
Parabéns!

JOSE IONDAS LIMA DE ANDRADE
JOSE IONDAS LIMA DE ANDRADE
1 mês atrás

Singer Milagre, segundo Rod Laver.

CARLOS DA SILVA SEIXAS LIMA
CARLOS DA SILVA SEIXAS LIMA
1 mês atrás

Parabéns ao Sinner. Não jogou tão dominante como no jogo com o Djocko, pelo contrário, foi dominado. Mas resistiu até o russo não aguentar mais. Medvedev não aguentou os cincos sets. Os professores devem arrancar os cabelos com a biomecânica do russo.

José Andrade
José Andrade
1 mês atrás

Sinner Milagre, segundo Rod Laver.
Disse que só um milagre seria capaz de tirar o título de Djokovic. Ele veio.

Andre
Andre
1 mês atrás

Mental gigantesco para quem tem 22 anos !!!

trackback

[…] Sinner sobrevive à batalha de 5 sets e conquista o primeiro Slam […]

José Andrade
José Andrade
1 mês atrás

Jogaço. Sinner fisicamente superior. Acho que Medvedev vai entrar no grupo dos que defendem melhor de três nos Grand Slan.

trackback

[…] conta de ter passado mais de 24h em quadra ao longo do torneio e vencido três jogos no quinto set. Superado por Jannik Sinner na final deste domingo, Medvedev deixou escapar uma vantagem de dois sets a zero, como já havia acontecido contra Rafael […]

Fábio Sena
Fábio Sena
1 mês atrás

Medvedev pagou o preço de batalhas longas durante o torneio, principalmente na semi diante do Zverev. O Sinner merece todos os elogios, mas ainda o vejo abaixo do Alcaraz, ele não joga no mesmo nível no saibro e na grama, ao contrário do Espanhol que neste sentido é completo.

Sergio
Sergio
1 mês atrás

Espetacular a campanha do italiano Sinner no AO. Mereceu o título. Mas também belíssima campanha de Medvedev, está de parabéns também. Agora, 2024 promete ser um ano excelente no tênis, tanto no masculino, como no feminino.

Marcos Fontes
Marcos Fontes
1 mês atrás

Há jogadores que são até bons para compor a lista dos 15 melhores, mas sem a frequência de ser grande protagonista, e tem horas que eles jogam bem acima do que é normal para eles, e nesses dias eles ganham até das lendas. Foi o caso do que Sinner fez nesse 1° Grand Slam.

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
1 mês atrás

Parabéns ao Sinner. Grande torneio, grande vitória e título merecido. Agora mudou de patamar e, por isso, a sua responsabilidade vai aumentar. Sempre vai se esperar dele que mantenha o mesmo nível. Esse será o seu maior desafio. Vamos ver como se comportará jogando com a pressão de ser favorito. Parabéns também ao Medvedev. Para mim, o melhor tenista russo da história. Já superou Marat Safin em finais de slam, falta igualar os dois títulos de slam do Safin e do Kafelnikov. O Medvedev disputou 6 finais de slam, perdeu duas do Nadal, ganhou uma e perdeu duas do Djokovic e perdeu agora do Sinner que jogou um tênis maravilhoso neste AO. O meu tenista preferido é o Djokovic. Quando o Djokovic parar, a minha torcida será para o Medvedev e Sinner. Tomar virada do Nadal em slam no piso duro não é vergonha pra ninguém. O Nadal ganhou quatro US Open e dois Austrália Open. Eu imagino que quem critica o Medvedev por ter tomada a virada na final do AO 2022 deve achar fácil jogar contra o Nadal no piso duro.

Sergio
Sergio
1 mês atrás

Parabéns ao italiano. Parabéns também ao lutador Medvedev. Agora, dizer que o Alcaraz é carta fora do baralho, aí não. Alcaraz é um esplêndido jogador e excelente atleta também. Vai dar muito trabalho este ano; penso que um ou dois Grand Slam ele conquista.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE