PLACAR

Sinner não esconde que Alcaraz serviu de inspiração

Foto: ATP Tour

Madri (Espanha) – Mais jovem número 1 do mundo, o espanhol Carlos Alcaraz serviu de inspiração para que o italiano Jannik Sinner trabalhasse firme em busca do tão sonhado primeiro título de Grand Slam, que veio no começo de 2024 com a conquista do Australian Open. Após o título em Melbourne, ele reconheceu a importância de Alcaraz em entrevista ao AS.

“Gostei de ver o Carlos ganhar tudo o que ganhou tão jovem. Nossa relação é muito boa apesar da rivalidade nas partidas e espero que o título que conquistei nos faça crescer”, afirmou o italiano de 22 anos, que levou a melhor sobre Alcaraz nos últimos dois encontros e lidera o retrospecto entre eles com quatro vitórias e três derrotas.

Um dos seus treinadores, Darren Cahill, segue na mesma linha e destaca que ver outros jovens jogadores fazendo bonito no circuito serviu de inspiração para Sinner trabalhar ainda mais forte e conseguir alcançar seu primeiro título de Slam.

“Ver jovens jogadores progredirem e terem sucesso motiva a todos, não apenas a Jannik. Temos que analisar o motivo do sucesso e tentar replicar. Carlos abriu o caminho, estamos gratos, é uma delícia vê-lo jogar e aspiramos ser tão bons quanto ele. Espero que um dia sejamos melhores. Agora estamos atrás dele e continuaremos perseguindo”, afirmou o técnico australiano.

3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
William
William
5 meses atrás

Se continuar no atual ritmo, vejo Alcaraz (o qual respeito e admiro seu tênis) com uma espécie de soberba totalmente desnecessária, como exemplo ter falado que estava pronto pra chegar na final e destronar Djokovic. Sequer chegou na final, bem como o próprio Nole. Sinner vem trabalhando em silêncio e comendo pelas beiradas, logo logo engole mais Slams e alcançará o número 1. O mental do italiano e de seu time (no momento) me parecem muito mais focados

Leonardo
Leonardo
5 meses atrás

Curiosamente, até pelo estilo de jogo onde Alcaraz é mais dependente do fisico e Sinner é mais rapido e mais tecnico. E pelo fato de que Alcaraz começõu mais precoce, lembram um pouco Nadal e Djokovic no inicio da carreira, onde Nadal foi mais precoce, Djokovia arrancou mais tarde, quase aos 22 anos, mas acabou levando a melhor no total da carreira. Não sabemos ainda como esses 2 jovens vão levar suas respectivas carreiras, e se a rivalidade vai chegar proxima ao que foi Djokovic x Nadal, mas parece um futuro promissor.

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
5 meses atrás

Alcaraz e Sinner são os dois grandes nomes da geração nascida no começo dos anos 2000. Provavelmente devem servir de inspiração para os demais jovens. Não vejo o Alcaraz como um jogador arrogante. Acho que ele apenas é diferente do Sinner, mais falante e que gosta de compartilhar suas metas e objetivos com seus fãs e o público em geral. O problema é que, fazendo isso, ele atrai maior responsabilidade sobre si porque cria grandes expectativas sobre o que conseguirá nos torneios. Mas ele é muito jovem, deve amadurecer e encontrar um ponto de equilíbrio na escolha das declarações que vai fazer.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE