PLACAR

Sinner joga demais e segue firme rumo às quartas

Foto: Tennis Australia

Melbourne (Austrália) – O russo Karen Khachanov fez um bom jogo neste domingo contra Jannik Sinner, só que o italiano vive uma grande fase e foi ainda melhor do que o rival e transformou um jogo duro em uma vitória por 3 sets a 0, gastando 2h35 para marcar placar final de 6/4, 7/5 e 6/3 e garantir vaga nas quartas de final do Australian Open.

A vitória sobre Khachanov encerrou uma sequência de cinco derrotas consecutivas em Grand Slam para top 20. O italiano não vencia um rival com este ranking desde Wimbledon 2022, quando bateu Carlos Alcaraz. Cabeça de chave número 4 na competição, Sinner iguala sua melhor campanha em Melbourne, repetindo o feito de 2022, quando foi às quartas e parou no grego Stefanos Tsitsipas.

Em busca de uma semi inédita, o italiano terá pela frente o vencedor da partida entre Alex de Minaur e Andrey Rublev. Sinner tem retrospecto positivo contra seus dois possíveis rivais. Foram seis jogos contra ambos, venceu o tenista da em todos os embates anteriores e bateu o russo quatro vezes, perdendo as outras duas.

Ao garantir seu lugar nas quartas, Sinner se tornou o primeiro italiano a conseguir uma campanha assim duas vezes no Australian Open. Em Grand Slam, ele chega às quartas pela sexta vez e empata com Matteo Berrettini e Adriano Panatta na segunda colocação entre os italianos, atrás apenas de Nicola Pietrangeli, que tem 10.

O primeiro set contra Khachanov praticamente se definiu entre o terceiro e quarto games, com uma quebra de zero para Sinner e na sequência dois break-points salvos pelo italiano. O russo até teve mais três chances de devolver a quebra de desvantagem, bem quando o rival sacava em 5/4 para fechar, mas ele não aproveitou e acabou perdendo a parcial.

Sinner começou o segundo set com uma quebra de zero, mas perdeu o saque no game seguinte. Após salvar dois break-points no quarto game e mais dois no oitavo, o italiano obteve um break decisivo no 11º e conformou de zero em seguida para abrir 2 a 0 no placar.

Na terceira e decisiva parcial, Khachanov não conseguiu pressionar nos serviço do italiano e passou aperto em quase todos os seus games, salvando um break no terceiro e outro no quinto, para depois levar quebras no sétimo e no nono.

7 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Marcos
Marcos
1 mês atrás

Acredito que o único que possa destronar Nole! Será um jogaço na semi!! Aguardemos!

Guilherme do ES Ribeiro
Guilherme do ES Ribeiro
1 mês atrás
Responder para  Marcos

Com certeza. Está jogando demais. Até agora no torneio está jogando melhor que todo mundo. E pode ter o De Minaur nas quartas, o que seria um jogaço também

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
1 mês atrás
Responder para  Guilherme do ES Ribeiro

Acertastes também na mosca …kkkkkk. E Rublev e Alcaraz parece que já foram eliminados … rsrs. Abs!

Guilherme ES Ribeiro
Guilherme ES Ribeiro
1 mês atrás
Responder para  Sérgio Ribeiro

Falei que poderia, não que teria. De Minaur vinha em exelente fase, jogando em casa. Mas o Rublev também é muito bom. Quanto ao Alcaraz, está em outro lado da chave. Estava falando da parte de cima da chave.

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
1 mês atrás
Responder para  Marcos

Tens certeza desse papo de UNICO ??? . Em WIMBLEDON postavam o mesmo sobre o imbatível Sérvio… rsrs. Abs! O

Fernando Venezian
Fernando Venezian
1 mês atrás

A tendência é que o campeão saia desse lado da chave. Temos o perigoso anfitrião De Minaur voando também. Talvez nem o Daniil possa incomodar. O russo vive reclamando que tá cansado

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
1 mês atrás
Responder para  Fernando Venezian

MEDVEDEV reclamou e bateu o Canadense por 3 x 0 . Aliás ele e Alcaraz estão do outro lado da chave …rs. Abs!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE