PLACAR

Sakkari mantém embalo, Wozniacki leva virada após match-point

Foto: Juarez Santos

Miami (EUA) – Finalista de Indian Wells no último domingo, Maria Sakkari aproveitou o bom momento para estrear com vitória no WTA 1000 de Miami. Atual número 9 do mundo, a grega venceu a chinesa Yue Yuan, 37ª do ranking, em 1h19 de partida.

“Estou muito feliz porque, depois de dois anos, posso passar mais tempo aqui”, disse Sakkari, que foi semifinalista do torneio em 2021, ainda durante a pandemia e com estádio vazio. Ela perdeu duas vezes seguidas na estreia, uma delas para Bia Haddad Maia em 2022.

“Em geral foi uma partida muito sólida”, avaliou a grega. “Tive pouco tempo de me preparar, voei de Indian Wells para cá na segunda-feira e treinei na terça. Perdi um pouco o foco no início do segundo set, mas a chave foi ser muito consistente por todo o jogo”.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

A adversária de Sakkari na terceira rodada virá do jogo entre a australiana Daria Saville e a ucraniana Dayana Yastremska. Ela tem duas vitórias e uma derrota contra Saville, 115ª do ranking. Já diante de Yastremska, 33ª do mundo, o confronto seria inédito.

Já Caroline Wozniacki sofreu uma dura derrota na terceira rodada. A dinamarquesa chegou a ter um match-point no segundo set contra a ucraniana Anhelina Kalinina, 36ª do ranking, mas permitiu a virada, com parciais de 5/7, 7/5 e 6/4 em 3h15 de partida. Kalinina espera por Paula Badosa ou Aryna Sabalenka.

Wozniacki chegou a liderar a segunda parcial por 5/2, sacou para o jogo e ainda teve seu match-point no serviço da adversária. Mas faltou à ex-número 1 do mundo uma bola de definição para comandar os pontos naqueles momentos. Kalinina virou o segundo set e quebrou logo cedo no terceiro. Ainda que a dinamarquesa tenha sido competitiva até o final do jogo, não conseguiu buscar o empate.

Ainda nesta quinta-feira, a norte-americana Taylor Townsend marcou um duplo 6/2 contra a belga Elise Mertens e espera a vencedora entre a dinamarquesa Clara Tauson e a cazaque Elena Rybakina, número 4 do mundo. Já a russa Anna Kalinskaya bateu a chinesa Xiyu Wang e aguarda a vencedora entre a alemã Laura Siegemund e a letã Jelena Ostapenko.

Quem também avançou foi a belga Greet Minnen. Ela derrotou a ucraniana Lesia Tsurenko por 7/5 e 6/1. Sua próxima adversária pode ser a russa Liudmila Samsonova ou a cazaque Yulia Putintseva.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
SANDRO
SANDRO
25 dias atrás

Estou muito grato a ucraniana Anhelina Kalinina por ter feito justiça e eliminado a arrogante da Wozniak depois de sua postura esdrúxula contra Simona Halep. Fiquei muito decepcionado com a Wozniacki. Não esperava que ela fosse tão mesquinha com a Halep… Cadê a empatia??? Será que se Wozniacki for vitima de alguma injustiça como ela se sentiria se alguém lhe jogasse pedras como ela fez com a Halep??? E quantos torneios, títulos e premiações Halep perdeu fruto desta injustiça sem ser ressarcida??? É assim que as máscaras caem e a gente conhece quem realmente é a Wozniacki.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da decisão em Monte Carlo

Medvedev em outro ataque de fúria e desconta na raquete

PUBLICIDADE