PLACAR

Sabalenka enaltece duelo com Vika em Brisbane

Foto: Tennis Australia

Brisbane (Austrália) – Uma das semifinais do WTA 250 de Brisbane terá um duelo 100% bielorrusso entre duas campeãs de Grand Slam. De um lado, a número 2 do mundo e atual detentora do título do Australian Open, Aryna Sabalenka. Do outro, a 23ª colocada do ranking e bicampeã em Melbourne, Victoria Azarenka. A partida acontece às 5h30 (de Brasília) deste sábado.

Nove anos mais nova do que a adversária, Sabalenka leva vantagem no histórico contra Vika, com três vitórias em quatro partidas, a mais recente delas em 2021, no WTA 1000 de Montréal. Já em 2019, elas dividiram a mesma quadra de Brisbane na derrota para as locais Ashleigh Barty e Samantha Stosur, em duelo decisivo da semifinal da Billie Jean King Cup (ainda Fed Cup na ocasião).

Animada com o reencontro, a principal cabeça de chave do torneio pregou respeito à antiga parceira e revelou ter acompanhado sua carreira enquanto se desenvolvia como juvenil. “Já jogamos algumas partidas e foram realmente grandes batalhas. Ela é uma jogadora incrível, lembro de crescer assistindo ela. Estou realmente ansiosa por essa partida”, afirmou.

Sabalenka também enxerga Vika como uma inspiração para outras mães no circuito e elogiou o atual nível que a compatriota tem demonstrado neste começo de temporada. “É incrível como ela foi capaz de voltar em alta depois de dar à luz. Definitivamente, me inspira muito e me faz acreditar que talvez um dia eu possa ter um filho e voltar a jogar em alto nível. Assisti um pouco do jogo dela esta semana e notei que está jogando e sacando muito bem. Vi que hoje ela acertou 16 aces, o que é incrível. Estou realmente esperando uma grande batalha contra ela.”

Em outro momento da conversa com os jornalistas, Sabalenka tentou ainda minimizar a sua atual sequência de 14 vitórias na Austrália e comentou que vem trabalhando duro para melhorar alguns pontos do seu jogo, como o saque e movimentação. “Estou tentando não me concentrar nisso. No ano passado consegui um resultado incrível, mas neste ano recomeçamos tudo de novo. Não estou me concentrando em todas essas vitórias. Só estou tentando melhorar meu jogo e mostrar um tênis melhor do que mostrei antes. O foco principal é trazer meu melhor tênis em cada partida”, disse a tenista que ganhou o WTA 500 de Adelaide 1 e o Australian Open do ano passado.

“Primeiramente, estou trabalhando muito no meu saque, pois ainda acho que há muitas coisas para melhorar nesse aspecto. Em segundo lugar, depois da partida difícil contra Coco [Gauff] no US Open tentei entrar um pouco mais na quadra, reconhecer os golpes mais curtos de aproximação e tentar avançar em vez de ficar na linha de base. Foi uma pré-temporada difícil, mas, como dizemos, o trabalho duro compensa. Espero que valha a pena”, detalhou.

Leia mais: 

Rybakina, Rune e Sabalenka são destaques no sábado de semis em Brisbane

Sabalenka volta a superar Kasatkina e chega à semi em Brisbane

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE