PLACAR

Sabalenka e Rybakina vão decidir o título em Brisbane

Foto: Dan Peled/Tennis Australia

Brisbane (Austrália) – As duas principais jogadoras do WTA 500 de Brisbane confirmaram o favoritismo e vão decidir o título do torneio preparatório para o Australian Open. Aryna Sabalenka e Elena Rybakina venceram nas semifinais deste sábado e chegam sem perder sets à decisão, que acontece no domingo à 1h30 (de Brasília).

Sabalenka lidera o histórico de confrontos por 5 a 2 e levou a melhor no duelo mais recente entre elas, durante a fase de grupos do WTA Finals. A atual número 2 do mundo também venceu o confronto mais importante, a final do Grand Slam australiano do ano passado. Já as vitórias de Rybakina, atual quarta colocada no ranking, foram na final de Indian Wells e nas quartas em Pequim.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Rybakina foi a primeira a entrar em quadra e superou neste sábado a jovem tcheca de 19 anos Linda Noskova, 40ª do ranking, por 6/3 e 6/2 em 1h03 de partida. A cazaque disparou oito aces, liderou a contagem de winners por 22 a 14 e cometeu apenas 10 erros não-forçados, além de ter escapado dos quatro break-points que enfrentou. O jogo teve três quebras, uma no primeiro set e duas no segundo. Aos 24 anos, Rybakina disputará a 15ª final da carreira e vai em busca de seu sexto título de WTA.

A segunda semifinal foi um encontro entre duas bielorrussas. Sabalenka superou a compatriota Victoria Azarenka, de 34 anos e atual 23ª do ranking, por 6/2 e 6/4. Esta foi a 15ª vitória seguida para ela em solo australiano, depois de ter vencido seu primeiro Grand Slam em Melbourne e também o WTA 500 de Adelaide 1 no ano passado. A jogadora de 25 anos tem 13 títulos de WTA e disputará sua 25ª final.

Sabalenka dominou o primeiro set ao conseguir duas quebras e não ter o saque ameaçado, mas a segunda parcial foi muito mais equilibrada. Ela teve que salvar um break-point no 3/3 e reverter um 15-40 no 4/4. Já no último game da partida, Azarenka teve uma leve torção no pé esquerdo e também um aparente desconforto muscular na perna. Com um pouco mais de dificuldade para sacar e se movimentar, acabou sofrendo a última quebra.

“Acho que o nível da partida foi incrível, ela jogou um ótimo tênis a semana inteira e principalmente hoje. Espero que ela esteja bem e consiga se recuperar rapidamente para o Australian Open”, comenta a número 2 do mundo, que marcou sua quarta vitória em cinco jogos contra a rival. Ela fez 34 a 16 nos winners e disparou 10 aces na partida.

Antes de enfrentar Rybakina na final, Sabalenka avaliou o confronto: “Amo jogar contra a Elena, nossas partidas sempre são muito boas e as pessoas gostam de assistir. Espero mais uma batalha amanhã. Estou super feliz por chegar à final e farei de tudo para ficar com o troféu”.

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Adalberto
Adalberto
4 meses atrás

Pancadaria!!!

Paulino
Paulino
4 meses atrás

Tênis estilo Bielo-RUSSO: pancadaria, potência no saque, jogo de fundo de quadra, sujeito a erros, muitos erros. Qualquer variação de jogo será mera coincidência, será coisa rara. Nesse jogo, específicamente, vale mais pela vibração e faca nos dentes de Sabalenka.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE