PLACAR

Sabalenka domina jovem tcheca e avança à 3ª fase

Foto: Corinne Dubreuil/FFT

Melbourne (Austrália) – Em seu segundo jogo no Australian Open, Aryna Sabalenka venceu novamente com tranquilidade. Depois de ter cedido apenas um game na estreia, a atual campeã de Melbourne passou pela jovem tcheca de 16 anos e vinda do quali Brenda Fruhvirtova, 107ª do ranking, por 6/3 e 6/2 em 1h07 de partida.

Sabalenka espera a vencedora da partida entre a ucraniana Lesia Tsurenko, 33ª do ranking, e a espanhola Rebeka Masarova, 91ª colocada. A número 2 do mundo tem uma vitória e uma derrota contra Tsurenko, em jogos disputados ainda em 2018 e 2019. Já um duelo com Masarova seria inédito em sua carreira.

“Para alguém de 16 anos, o nível dela é incrível. Eu gostaria de ter esse nível quando tinha essa idade. Ela é de 2007 e é uma loucura, porque minha irmã menor é de 2009. Ela poderia ser a minha irmã!”, brincou Sabalenka na entrevista em quadra. “Mas tentei ser focar apenas no meu próprio trabalho e no que eu precisava fazer durante o jogo”.

Com seu tênis agressivo e de muita potência nos golpes, Sabalenka liderou com folga a estatística de winners por 30 a 7, e naturalmente cometeu um pouco mais de erros não-forçados, 22 a 17. Depois de uma quebra para cada lado nos primeiros games da partida e de um equilíbrio ao longo do set inicial, a bielorrussa conseguiu uma nova quebra já no fim do set.

Sabalenka soube aproveitar o bom momento na partida e abriu 4/0 no segundo set, chegando a vencer sete games seguidos, antes que a tcheca votasse a confirmar seus últimos games de serviço, mas sem ameaçar a vitória da atual campeã.

Superada por Sabalenka nesta quarta-feira, Brenda Fruhvirtova veio do quali em Melbourne e, apesar da pouca idade, disputou o terceiro Grand Slam de sua carreira profissional. A jovem jogadora tcheca deverará entrar no top 100 a partir da próxima semana. Ela é irmã mais nova de Linda Fruhvirtova, de 18 anos e 84ª do mundo. Linda chegou às oitavas no ano passado e foi superada por Bia Haddad Maia na estreia da edição de 2024.

Krejcikova também vence com tranquilidade, Garcia cai
A boa notícia para a torcida tcheca foi a vitória de Barbora Krejcikova, que também avançou de forma bastante tranquila. Atual número 11 do mundo e cabeça 9 em Melbourne, ela venceu a alemã Tamara Korpatsch por duplo 6/2 em 1h25 de partida. Aos 28 anos, Krejcikova faz sua quinta aparição na chave de simples do Australian Open. Ela tem como melhor campanha as quartas de final em 2022. Sua próxima adversária será a australiana Storm Hunter, que veio do quali e passou pela alemã Laura Siegemund por 6/4, 3/6 e 6/3.

Já a francesa Caroline Garcia, ex-top 5 e atual 19ª do mundo, perdeu para a polonesa Magdalena Frech, 69ª colocada, por 6/4 e 7/6 (7-2). Depois de ter disparado 13 aces na estreia contra Naomi Osaka e não ter enfrentado break-points, Garcia teve o serviço ameaçado 11 vezes e sofreu quatro quebras nesta quarta-feira. Frech agora enfrenta a russa Anastasia Zakharova, que bateu a eslovena Kaja Juvan por duplo 6/1.

 

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE