PLACAR

Ruud exalta Meligeni: “Ele é perigoso e tem bons golpes”

Foto: FFT

Paris (França) – Um dos principais candidatos na briga pelo título de Roland Garros em 2024 e finalista das duas últimas edições, o norueguês Casper Ruud abriu campanha em Paris nesta terça-feira com vitória em sets diretos sobre Felipe Meligeni Alves, marcando as parciais de 6/3, 6/4 e 6/3. Apesar do resultado aparentemente tranquilo, o brasileiro fez jogo parelho e apresentou algumas dificuldades para o número 7 do mundo, que reconheceu o bom trabalho do adversário.

“Estou muito feliz pela vitória e acho que foi um bom começo. O Felipe é um jogador perigoso e obviamente não o conhecia muito bem. Portanto, não é fácil saber o que vai sair da raquete dele. Eu acho que ele estava acertando saques e forehands muito bons. No geral, creio que foi uma partida de alta qualidade”, destacou Ruud durante a entrevista coletiva após a partida.

O norueguês também comentou sobre a decisão de jogar um torneio na semana que antecedeu o início do segundo Grand Slam do ano e afirmou que não sentiu o cansaço após ter encarado rodada dupla no ATP 250 de Genebra no sábado, disputando a semifinal e a decisão no mesmo dia.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

“Se você se sair muito bem em Madri e Roma e jogar dez partidas ou mais nesses dois torneios, talvez, dependendo de como seu corpo se sente, seja mais fácil pular. Mas não foi o meu caso desta vez joguei apenas quatro partidas somando esses dois eventos. Teriam se passado cerca de 17 dias desde que perdi em Roma até o início de Roland Garros, o que, a meu ver, é demais”, explicou o tenista de 25 anos, que parou nas oitavas de final na Caixa Mágica e caiu na primeira rodada no Foro Italico.

“Acho que foi bom. O sábado em Genebra foi um pouco difícil porque joguei dois jogos no mesmo dia, mas depois jantei bem e cheguei a Paris no domingo de manhã. É um voo de 40 minutos, quase não se sente isso. Tirei folga no domingo, treinei na segunda e me senti muito bem e pronto para o jogo de hoje. Uma viagem tão curta de Genebra até aqui não achei grande problema”, acrescentou.

Norueguês já iguala número de vitórias de 2023

Numa temporada muito melhor do que a anterior até o momento, com campanhas expressivas principalmente no saibro europeu, Casper Ruud conseguiu em apenas cinco meses igualar o próprio número de vitórias obtidas ao longo de todo o ano de 2023. Com o triunfo desta terça-feira, ele chegou a 36 desde janeiro. Seus principais resultados em 2024 foram os títulos de Barcelona e Genebra, além das finais em Los Cabos, Acapulco e Monte Carlo.

Meligeni faz jogo parelho, mas perde para Ruud em três sets

12 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Federer eterno GOAT
Federer eterno GOAT
20 dias atrás

falou o favoritíssimo do torneio…

Guilherme Augusto
Guilherme Augusto
20 dias atrás

Po Ruud, não precisa mentir tb kkkkk

Osvaldo
Osvaldo
20 dias atrás

Meligeni jogou a melhor partida da vida dele e não conseguiu um break sequer… tá sólido demais o norueguês, praticamente imparável… com a saída de Nadal, é definitivamente o favorito… será o grande nome do saibro pelos próximos 10 anos

Maurício
Maurício
20 dias atrás
Responder para  Osvaldo

Ele não ganhou nenhum masters no saibro. Zverev muito melhor que Ruud.

jose carlos
jose carlos
20 dias atrás
Responder para  Osvaldo

Tb não precisa exagerar… Ruud é um jogador ok, mas nunca conquistou nd grande no saibro. Só pra citar alguns da mesma geração ou mais novos que o fizeram: Zverev, Tsitsipas, Alcaraz, Sinner, até Medvedev. Com a saída de cena do Nadal, dificilmente haverá “o grande nome do saibro pelos próximos 10 anos”. Inclusive porque antes do Nadal jamais existiu nenhum jogador que tenha dominado amplamente os torneios de saibro sequer por 4 ou 5 temporadas seguidas, quanto mais 10.

Joselito
Joselito
20 dias atrás
Responder para  jose carlos

Bjorn Borg dominou o terreno tanto quanto Nadal. Aposentou com 26 anos e ganhou 6 vezes RG.

James Garcia
James Garcia
20 dias atrás
Responder para  Osvaldo

Ruud é muito forte competidor e tudo, mas as conquistas dele são muito fracas pra dizer que ele é favorito a ser o grande nome de alguma coisa nos próximos anos, muita calma

Paulo Mala
Paulo Mala
19 dias atrás
Responder para  Osvaldo

Grande nome do saibro eu acho que não. Vejo mais ele como foi o Ferrer há muitos anos atrás. Um jogador abaixo de outros, mas competente. Que se bobearam, ele morde ums títulos.

Fred Magalhães
Fred Magalhães
20 dias atrás

Ruud é um gentleman.

WRX
WRX
20 dias atrás

Ruud é o rei do ATP 250. Não ganha mais nada

Andrade
Andrade
19 dias atrás
Responder para  WRX

Ganhou um ATP 500 há poucos dias. Inclusive, já fez final de Roland Garros. Vc tá bem informado, parabéns.

Scott
Scott
20 dias atrás

Que pena, Felipinho.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE