PLACAR

Ruud e Umbert conseguem últimas vagas nas quartas em Mônaco

Ugo Humbert (Foto: Corinne Dubreuil/ATP Tour)

Monte Carlo (Mônaco) – A longa rodada das oitavas de final do Masters 1000 de Monte Carlo só terminou por volta das 23h (locais, 18h de Brasília). Os dois últimos classificados foram o norueguês Casper Ruud e o francês Ugo Humbert, que venceram seus jogos e vão se enfrentar nas quartas, no último jogo da sexta-feira. O francês lidera o histórico de confrontos por 3 a 1.

Jogando no estádio principal, Ruud venceu um duelo entre dois integrantes do top 10. O atual décimo do ranking bateu o polonês Hubert Hurkacz, oitavo colocado, por 6/4 e 6/2 em 1h13 de partida. Foi a segunda vitória do norueguês em três jogos contra Hurkacz. Ele também encerrou uma sequência de vitórias no saibro do polonês, que foi campeão no Estoril no último domingo.

Aos 25 anos, Ruud ainda busca seu primeiro título de Masters 1000. O ex-número 2 do mundo já jogou uma final em torneios deste porte em Miami no ano de 2022. Atuando em Monte Carlo, sua melhor campanha foi a semifinal de 2021.

Já a classificação de Ugo Humbert veio em uma vitória muito sofrida, em jogo com 2h52 de duração contra o italiano Lorenzo Sonego, 57º do ranking, com parciais de 5/7, 6/3 e 6/1. O atual número 15 do mundo vive o melhor momento da carreira aos 25 anos, com títulos em Dubai e Marselha neste início de temporada. A vitória foi uma revanche para o francês, que foi eliminado por Sonego no ano passado em Monte Carlo.

“Quero agradecer ao público que me ajudou muito esta noite. Graças a eles consegui manter o foco e virar a partida”, disse um cansado Humbert, em entrevista na Quadra dos Príncipes. Esta é a terceira vez que o canhoto francês chega às quartas de final de um Masters 1000, repetindo os resultados de Paris em 2020 e de Xangai no ano pasasdo.

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Balbino Neto
Balbino Neto
1 mês atrás

Tanto Ruud como Umbert passaram por jogos difíceis hoje, principalmente o francês já que o Hurkacz jogou cansado contra o norueguês. O ponto forte do Umbert é ter uma baita torcida ao seu lado, sendo o único francês em pé em Monte Carlo. Daqui prá frente as coisas apertam por conta da parte física, portanto os tenistas menos exigidos até aqui contam com um fator importante nos confrontos.

Guilherme Ribeiro
Guilherme Ribeiro
1 mês atrás

Que ano do Humbert. Ele fará sua 3º quartas de Master1000, a 1º em Monte Carlo. Ruud vem se recuperando e sabe jogar no saibro. Fará sua 12º quartas de Master1000, a 2º em Monte Carlo

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE