PLACAR

Rune: “Depois de salvar o match-point, ganhei confiança”

Foto: Hannah Foslien/BNP Paribas Open

Indian Wells (EUA) – O dinamarquês Holger Rune por muito pouco não se despediu do Masters 1000 de Indian Wells na na noite da última quarta-feira, quando salvou um match-point no segundo set diante do norte-americano Taylor Fritz, vencendo de virada com o placar final de 2/6, 7/6 (7-2) e 6/3, para se classificar para as quartas de final do torneio.

“No meio do segundo set eu comecei a jogar melhor. Meu saque melhorou de certa forma, então tive alguns games de serviço mais fáceis. Também consegui pressionar um pouco mais nos games em que estava devolvendo. Depois de salvar o match-point, ganhei um pouco de confiança”, afirmou Rune, que chegou a sacar em 4/5 e 30-40 no segundo set, depois de perder o primeiro.

“O mais importante é que continuei acreditando, continuei tentando jogar melhor. Significa muito vencer este tipo de jogos. Isso me dá a oportunidade de jogar outra partida amanhã contra um grande adversário”, acrescentou o dinamarquês, que agora terá pela frente o russo Daniil Medvedev.

Rune e Medvedev fecharão a rodada desta quinta-feira em duelo que servirá de tira-teima entre eles, já que cada um venceu um dos dois embates anteriores. “Será uma partida interessante. Jogamos um contra o outro duas vezes em quadras de saibro. Será o primeiro encontro em quadra dura”, disse o dinamarquês, que venceu em Monte Carlo e perdeu em Roma, ambos no ano passado.

“Estou animado. Ele é um grande adversário, é um tipo de jogador diferente de muitos outros. Novamente, vou enfrentar alguém com um grande saque como Fritz também. Vou apenas acreditar em mim mesmo e jogar meu jogo”, complementou o atual número 7 do mundo.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da decisão em Monte Carlo

Medvedev em outro ataque de fúria e desconta na raquete

PUBLICIDADE