PLACAR

Romboli é finalista no challenger de Sevilha

Foto: LX Copa Sevilla

Sevilha (Espanha) – A boa semana de Fernando Romboli no challenger de Sevilha continuou nesta sexta-feira, quando ele e o indiano N.Sriram Balaji venceram o terceiro jogo seguido e garantiram vaga na final do torneio espanhol em quadras de saibro. Romboli e Balaji superaram os franceses Sadio Doumbia e Fabien Reboul, principais cabeças de chave, por 6/4 e 7/6 (7-4).

Aos 34 anos, Romboli é o atual 134º do ranking entre os especialistas em duplas e tem como melhor marca da carreira o 88º lugar. Ele não defende pontos nesta semana e está somando 75 por chegar à final, o que o coloca entre os 120 melhores do mundo. Se for campeão, receberá 125 pontos e salta para a 113ª posição.

Romboli tem 18 títulos de duplas em torneios de nível challenger na carreira, dois deles este ano, ao lado do paulista Marcelo Zormann em Todi e San Benedetto, na Itália. O tenista nascido no Rio de Janeiro e radicado em Santos já vai para sua sexta final no ano. Os adversários na final serão os espanhóis Alberto Barroso Campos e Pedro Martinez.

Brasileiros caem nas quartas em torneios da ITF
O paulista de 21 anos Nicolas Zanellato, 530º do ranking, caiu nas quartas de final do ITF M25 de Maribor, em quadras de saibro. Finalista na semana passada e cabeça 7 no novo torneio esloveno, Zanellato perdeu para o francês Mathys Erhard, cabeça 2 do evento, por 6/1, 6/7 (4-7) e 7/6 (7-5).

Também na Europa, mas jogando no piso duro, Gabriel Décamps caiu nas quartas do ITF M15 de Budapeste, na Hungria. O paulista de 24 anos e 615º do ranking perdeu do finlandês Patrick Kaukovalta por 7/6 (8-6) e 6/2. Já pelo ITF M15 de Monastir, na Tunísia, o catarinense de 29 anos Karue Sell perdeu do francês Alexis Gautier, principal cabeça de chave e 458º do ranking, 7/6 (7-4) e 6/4.

Já o brasiliense Gilbert Klier não resistiu a uma rodada dupla no ITF M15 de Olavarria, na Argentina. Cabeça 5 na semana e 725º do ranking, Klier completou a vitória das oitavas contra o tenista da casa Nikos Lehmann por 6/4, 3/6 e 7/5. Mas depois ele perdeu nas quartas para o também argentino Lautaro Midon por 6/3 e 6/2.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE