PLACAR

Rio Open recebe tenistas do Clube Top 100 na edição 2024

Tenistas do Clube top 100 no Rio Open (Divulgação/Fotojump)

Rio de Janeiro (RJ) – A décima edição do Rio Open não poderia acontecer sem a presença dos grandes jogadores que construíram a história do tênis brasileiro. Entrando na sua sétima edição, o Clube Top 100 abre as portas do maior torneio de tênis da América do Sul para os brasileiros que integraram o top 100 do ranking mundial.

Assim como acontece no mais tradicional torneio de tênis do mundo, Wimbledon, que convida todos os que alcançam as quartas de final para integrar o Last 8 Club, podendo assim assistir ao torneio de forma vitalícia, o Rio Open convida todos os que foram top 100 do mundo para fazer parte da festa que acontecerá entre os dias 17 e 25 de fevereiro no Jockey Club Brasileiro, com nomes como Carlos Alcaraz, Stan Wawrinka, Marin Cilic, Cameron Norrie e Arthur Fils em ação.

Ativo desde 2017, o Clube Top 100 conta com 58 atletas que marcaram a história do Brasil no top 100 do ranking de simples e de duplas, passando por nomes como Gustavo Kuerten, Fernando Meligeni, Thomaz Koch, Carlos Kirmayr, Cassio Motta, Bruno Soares, Marcelo Melo, Maria Esther Bueno, Dadá Vieira, Patrícia Medrado, Teliana Pereira, Luisa Stefani, Beatriz Haddad Maia e mais. Além de ver as grandes estrelas do circuito da ATP em quadra, com acompanhante, o Clube Top 100 oferece credencial para acessar o Players Guest Area, espaço exclusivo para convidados dos jogadores.

Guga e Dadá Vieira (Divulgação/Fotojump)

Lista de brasileiros que foram top 100 de simples na Era Aberta:

Maria Esther Bueno – In Memoriam
Gustavo Kuerten – 1º
Beatriz Haddad Maia – 10ª
Thomaz Bellucci – 21º
Thomaz Koch – 24º
Fernando Meligeni – 25º
Luiz Mattar – 29º
Marcos Hocevar – 30º
Niege Dias – 31º
Jaime Oncins – 34º
Carlos Kirmayr – 36º
Teliana Pereira – 43º
Flávio Saretta – 44º
Patrícia Medrado – 48º
Cássio Motta – 48º
Ricardo Mello – 50º
André Sá – 55º
Marcos Daniel – 56º
Thiago Monteiro – 61º
Rogério Dutra Silva – 63º
Júlio Goés – 68º
João Souza – 69º
Cláudia Monteiro – 72º
João Soares – 74º
Thiago Wild – 74º
Andrea Vieira – 76º
Edison Mandarino – 81º
Ivan Kley – 81º
Givaldo Barbosa – 82º
Thiago Alves – 88º
Roger Guedes – 89º
Danilo Marcelino – 91º
Fernando Roese – 92º
Alexandre Simoni – 96º
Gisele Miró – 99º
Laura Pigossi – 100ª

Duplas
Marcelo Melo – 1º
Bruno Soares – 2º
Cássio Motta – 4º
Carlos Kirmayr – 6º
Patrícia Medrado – 9ª
Luisa Stefani – 9ª
Beatriz Haddad Maia – 10ª
André Sá – 17º
Jaime Oncins – 22º
Rafael Matos – 26º
Givaldo Barbosa – 32º
Fernando Meligeni – 34º
Marcelo Demoliner – 34º
Gustavo Kuerten – 38º
Ricardo Acioly – 46º
Ingrid Martins – 47ª
João Soares – 49º
Franco Ferreiro – 53º
Luiz Mattar – 55º
Ivan Kley – 56º
Thomaz Koch – 60º
Mauro Menezes – 62º
João Souza – 70º
Thomaz Bellucci – 70º
Danilo Marcelino – 73º
Flávio Saretta – 78º
Felipe Meligeni – 75º
Daniel Melo – 79º
César Kist – 79º
Nelson Aerts – 80º
Fernando Roese – 81º
José Carlos Schmidt – 82º
Claudia Monteiro – 82ª
Dácio Campos – 82º
Rogério Dutra Silva – 84º
Marcos Hocevar – 86º
André Ghem – 88º
Fernando Romboli – 88º
Niege Dias – 89ª
Orlando Luz – 90º
Vanessa Menga – 93ª
Paula Gonçalves – 95ª
Antônio Prieto – 95º
Fabrício Neis – 96º

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Guilherme ES Ribeiro
Guilherme ES Ribeiro
1 mês atrás

Thiago Monteiro já foi 61º do mundo, e não 74º. Roger Guedes chegou a 89º, e não 93º

Jose Carlos
Jose Carlos
1 mês atrás

Eh deprimente um sujeito que foi banido do esporte por manipulação de resultados, como eh o caso desse tal de João Souza, ganhar passe livre para frequentar esse tipo de evento. Nota zero para a organização do torneio.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE