PLACAR

Rankings de duplas têm novos líderes na ATP e WTA

Hsieh ultrapassou a parceira Mertens no ranking: (Foto: Hannah Foslien/BNP Paribas Open)

Londres (Inglaterra) – A atualização dos rankings de duplas da ATP e da WTA foram atualizados nesta segunda-feira e reservou trocas nas lideranças nos dois circuitos. A taiwanesa Su-Wei Hsieh e o norte-americano Austin Krajicek retomam o número 1.

Hsieh foi campeã de duplas no WTA 1000 de Indian Wells, ao lado da belga Elise Mertens. Em diversas passagens pela liderança do ranking, ela já acumula 48 semanas como número 1 de duplas.

A taiwanesa de 38 anos ultrapassou por apenas 15 pontos a própria parceira no ranking, já que não atuou na edição passada do torneio, enquanto a belga foi até as quartas em 2023, quando ainda atuava com a australiana Storm Hunter, e defendia 215 pontos. Hunter, que desta vez foi vice ao lado da tcheca Katerina Siniakova, manteve a terceira posição. Já a tcheca, que foi campeã em 2023, mas ficou com o vice em 2024, perdeu quatro posições e está no 16º lugar.

Entre as brasileiras, Luísa Stefani repetiu as quartas de final do ano passado e perdeu uma posição, aparecendo no 14º lugar. Já Beatriz Haddad Maia caiu cinco posições, porque defendia vice e também parou nas quartas, e agora é 22ª colocada. Ainda no top 100, Ingrid Martins é a 53ª do ranking.

Mertens e Hsieh faturam o bi juntas em Indian Wells

No ranking masculino, Austin Krajicek foi beneficiado pelas quedas de Rohan Bopanna e Matthew Ebden, que defendiam mil pontos, e saltou do 3º lugar para a liderança, mesmo sem ter chegado longe em Indian Wells. Destaque também para o holandês Wesley Koolhof, campeão de duplas, que ultrapassou três concorrentes e assumiu o quarto lugar.

Parceiro de Koolhof na conquista de duplas, o parceiro croata Nikola Mektic, que estava fora do top 30, ganhou sete posições e agora é o 26º do ranking. Entre os vices, o argentino Horacio Zeballos e o espanhol Marcel Granollers ganharam duas posições cada um e são os números 8 e 9 do ranking.

O top 100 tem três brasileiros: Rafael Matos no 43º lugar, Marcelo Melo na 51ª posição e Marcelo Demoliner na 82ª colocação. Um pouco abaixo estão Fernando Romboli, 106º, e Marcelo Zormann, 114º, campeões do challenger de Santiago. Já Orlando Luz é o 116º colocado.

Leia mais:

Mektic e Koolhof conquistam em Indian Wells o 3º título do ano

Romboli e Zormann são campeões de duplas no Chile

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da rápida final masculina de Miami

Collins segura os nervos e bate Rybakina: veja o melhor da final

PUBLICIDADE