PLACAR

Raducanu domina o duelo com Kerber em Stuttgart

Foto: Porsche Tennis Grand Prix

Stuttgart (Alemanha) – No duelo entre duas jogadoras convidadas para o WTA 500 de Stuttgart, Emma Raducanu teve grande atuação e eliminou a ex-número 1 do mundo e bicampeã Angelique Kerber. A britânica marcou as parciais de 6/2 e 6/1 em 1h24 de partida nesta quarta-feira.

Campeã do US Open em 2021 e ex-número 10 do mundo, Raducanu está com 21 anos e aparece atualmente apenas no 303º lugar do ranking. A britânica ficou sem jogar durante todo o segundo semestre do ano passado, depois de ter operado os dois punhos e também o tornozelo esquerdo. Com seis vitórias na temporada, Raducanu vinha de uma atuação decisiva na Billie Jean King Cup, em que venceu as partidas contra Diane Parry e Caroline Garcia para decidir o confronto contra a França fora de casa.

Por sua vez, Kerber está voltando ao circuito depois de se tornar mãe no ano passado. Aos 36 anos, a canhota alemã ocupa o 332º lugar da WTA e recentemente superou as top 20 Jelena Ostapenko e Veronika Kudermetova no caminho até a oitavas em Indian Wells. Kerber esteve no Brasil na semana passada para o confronto da Billie Jean King Cup, mas sequer foi escalada para as partidas em São Paulo. Ela utilizou o ranking protegido para entrar em Roland Garros.

“É sempre muito difícil jogar contra a Angie, porque ela tem uma grande história no tênis e também aqui neste torneio. Você tem que entrar em quadra sem pensar nisso e focar apenas na próxima bola. Foi o que tentei fazer, focar apenas nos pontos. Apesar do placar, os games foram muito longos e fico muito feliz por ter avançado”, disse Raducanu na entrevista em quadra nesta quarta-feira.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

A britânica falou sobre a dificuldade de recuperar o ritmo de jogo e a confiança depois de ter sofrido com tantas lesões. “A parte mais difícil é recuperar a forma física. As partidas exigem muito mais do corpo do que os treinos, não é fácil replicar isso. Não é só uma questão de horas em quadra, mas sim de estresse e administração das emoções, além da escolha dos golpes não ser exatamente igual à dos treinos”.

Sua próxima rival será a jovem tcheca de 19 anos Linda Noskova, 31ª do ranking e algoz da top 10 Jelena Ostapenko. A britânica venceu o único duelo anterior contra Noskova, no saibro de Roland Garros em 2022. “Eu joguei contra ela uma vez, quando ela furou o quali de Roland Garros. Foi uma partida de quase três horas, com a quadra pesada, porque havia chovido naquele dia. Aqui as condições são diferentes e bem mais rápidas. Será mais um jogo duro e ela está em ótima forma”.

Durante a rápida partida desta quarta-feira, tanto Raducanu quanto Kerber marcaram 26 winners, mas a britânica cometeu apenas 11 erros não-forçados contra 29 da alemã. Depois de vencer o primeiro set com três quebras e escapando de três dos quatro break-points que enfrentou, Raducanu não permitiu a Kerber confirmar o serviço em nenhum momento na segunda parcial. Foram quatro novas quebras, perdendo apenas um game de saque ainda no início.

 

Leia mais:

Raducanu: “Estou jogando o melhor tênis da minha vida”

6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Balbino Neto
Balbino Neto
1 mês atrás

Parece que Raducanu chegou com tudo. Vencer a Kerber com esse placar diz tudo. A inglesa vem procurando recuperar o seu tênis afinadissidimo, e merece tanto pela competência como por ser jovem.

Fabio
Fabio
1 mês atrás

Fênix renascida

João Sawao ando
João Sawao ando
1 mês atrás

A emma foi educada.mas foi um massacre. Por isso não colocaram para jogar as simples na bjk

Fernando
Fernando
1 mês atrás

Me parece bem mais amadurecida. Com apenas 21 anos já passou pelo céu e o inferno na carreira.

Andre Borges
Andre Borges
1 mês atrás

Que fase da Kerber, que faaaase.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Nadal leva público italiano ao delírio com incrível reação

Conheça o que aconteceu nos bastidores do WTA 100 de Madri

PUBLICIDADE