PLACAR

Quali francês surpreende Rublev e vai às oitavas em Roma

Alexander Muller (Foto: ATP Tour)

Roma (Itália) – Não durou muito a campanha do russo Andrey Rublev no Masters 1000 de Roma, caindo já na terceira rodada. Nesta segunda-feira, ele foi superado pelo quali francês Alexandre Muller, que buscou uma virada com o placar final de 3/6, 6/3 e 6/2, depois de 1h49 de confronto.

Vindo da fase classificatória, Muller entrou na disputa com apenas duas vitórias na carreira em Masters 1000 e só em Roma conseguiu mais três. Ele tentará ampliar este número contra o vencedor do duelo entre o convidado da casa Stefanos Napolitano e o chileno Nicolas Jarry, cabeça de chave 21. Aos 27 anos, o francês já faz sua melhor campanha da carreira em Masters 1000. Antes, só havia vencido dois jogos em chaves principais, chegando à segunda rodada em Roma no ano passado e em Indian Wells na atual temporada.

Já Rublev sequer consegue defender as oitavas de final do ano passado e perderá 40 pontos no ranking. Mesmo assim, não terá o sexto lugar ameaçado até Roland Garros, embora perca a oportunidade de se aproximar um pouco mais do top 5, mantendo-se no mínimo 745 pontos atrás do alemão Alexander Zverev, que segue vivo no saibro romano e pode aumentar essa diferença.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Vale destacar que o russo de 26 anos revelou ter jogado doente durante boa parte da campanha em Madri e inclusive passou dois dias internado no hospital após a conquista na Caixa Mágica. Liberado pelos médicos, ele foi para Roma, mas não conseguiu repetir o bom desempenho que teve no torneio anterior, com uma vitória suada na estreia contra Marcos Giron e agora a derrota precoce para um qualifier.

Russo não mantém ritmo inicial

Rublev começou bem na partida e venceu o primeiro set sem sustos, não enfrentou break-points contra e aproveitou um dos cinco que teve a seu favor, logo no quarto game. Porém, ele não manteve o mesmo domínio na sequência e na segunda parcial não teve uma chance sequer de quebra.

Melhor em quadra, o francês de 27 anos e atual 109 do mundo conseguiu uma quebra no oitavo e penúltimo game para em seguida empatar a partida. O terceiro set foi todo de Muller, que teve chances de quebra em todos os games de Rublev, conseguindo bater o saque do russo no terceiro e no quinto.

 

6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
João Sawao ando
João Sawao ando
8 dias atrás

É uma zebra…o muller

YAN
YAN
8 dias atrás

Nenhuma surpresa pra mim. Rublev pra mim é o tenista mais irregular do top 20, num torneio é campeão e na proxima semana perde pro qualy, bem típico do russo isso. Minha bola de cristal diz que ele não passa das oitavas em Rolanga, veremos.

James Garcia
James Garcia
8 dias atrás
Responder para  YAN

Irregular é o Casper Ruud que mesmo já tendo disputado finais importantes nunca ganhou nada melhor do que um reles atp 500 e olhe lá porque teve sorte e conseguiu só esse ano se não tava vivendo de 250 como tem sido em toda carreira

YAN
YAN
8 dias atrás
Responder para  James Garcia

Queria eu ser irregular e chegar duas vezes seguidas na final de um grand slam, bota irregularidade nisso ein meu amigo. ( risos )

James Garcia
James Garcia
8 dias atrás

Rublev terminou Madrid só o pó cheio de dores além de uma virose onde teve até que se internar no hospital assim que terminou o torneio. Deveria ter se preservado e pulado Roma

Refaelov
Refaelov
8 dias atrás

Incrível, o Francês tinha um reteospecto pior até q o do Monteiro em Masters até aqui.. mas, o Rublev realmente tava a capa da gaita, atuação bem abaixo..

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE