PLACAR

Potapova encerra série invicta de Paolini e vai às quartas

Anastasia Potapova (Foto: BNP Paribas Open)

Indian Wells (EUA) – A russa de 22 anos Anastasia Potapova é a primeira classificada para as quartas de final do WTA 1000 de Indian Wells. A atual 33ª do ranking eliminou a italiana Jasmine Paolini, 14ª colocada, por 7/5, 0/6 e 6/3 em 1h47 de partida. Com o resultado, ela acaba com uma invencibilidade de sete jogos de Paolini, campeã do WTA 1000 de Dubai há pouco mais de duas semanas.

Potapova chega às quartas em um torneio de nível 1000 pela terceira vez na carreira. A primeira foi ainda na temporada de 2021 em Dubai e a segunda no ano passado em Miami. A jovem jogadora russa tem como melhor ranking da carreira o 21º lugar, alcançado em junho do ano passado. Ela já está voltando ao top 30 com esse ótimo resultado.

A adversária de Potapova nas quartas de final pode ser outra jogadora russa, a 24ª do ranking Anastasia Pavlyuchenkova, ou a ucraniana Marta Kostyuk, 32ª colocada. Seu histórico contra Pavlyuchenkova está empatado por 1 a 1. Já diante de Kostyuk, venceu os dois duelos anteriores, ambos no ano passado.

Já Paolini tinha a chance de melhorar ainda mais o ranking, que já é o mais alto da carreira aos 28 anos, e poderia ultrapassar a número 1 do Brasil, Beatriz Haddad Maia, em caso de vitória nesta terça. A italiana chegou a vencer Bia logo na estreia da campanha para o recente título em Dubai.

Em um set inicial bastante equilibrado, Potapova precisou mostrar poder de reação. Isso porque ela sofreu a primeira quebra da partida e estava perdendo por 5/3, mas igualou a disputa imediatamente e ganhou confiança para vencer quatro games seguidos. Mais agressiva em quadra, fez 12 a 5 nos winners e cometeu 11 erros contra 16 da italiana.

O segundo set, entretanto, foi amplamente dominado por Paolini. Apostando em um jogo muito sólido de fundo e contando com erros cada vez mais frequentes da russa, a italiana conseguiu três quebras e aplicou um ‘pneu’. A campeã de Dubai só precisou de três winners na parcial, um a mais que a rival, mas Potapova cometeu 17 erros não-forçados contra apenas 4.

“Tenho que esquecer aquele segundo set, não joguei meu melhor tênis ali. Mas fico feliz por ter conseguido recuperar o foco e vencer o jogo. Quando fui para o vestiário, disse a mim mesma, diante do espelho: ‘É agora ou nunca’. Precisava dar o meu melhor, lutar por todos pontos e não deixar as chances escapar”, disse Potapova, durante a entrevista em quadra nesta terça-feira.

Na abertura do terceiro set, Paolini confirmou o serviço de zero, chegando a vencer seu sétimo game seguido na partida. Só então a russa voltou a fazer um game e retomou a confiança. Ela quebrou logo na sequência e abriu 3/1. Depois disso, não enfrentou mais break-points até o final do jogo e conseguiu mais uma quebra no último game da partida para chegar à vitória. Potapova fez 19 a 14 nos winners e cometeu 36 erros contra 34.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja como foi a espetacular vitória de Fonseca sobre Sonego

Nadal pode ter feito seu último jogo oficial em Barcelona

PUBLICIDADE