PLACAR

Pigossi tem grande atuação e derruba Podoroska em Bogotá

Laura Pigossi (Foto: WTA 125 San Luis Open)

Bogotá (Colômbia) – O bom histórico recente de Laura Pigossi no WTA 250 de Bogotá teve mais um capítulo nesta terça-feira. Depois de chegar à final em 2022 e às quartas no ano passado, a número 2 do Brasil e 119ª do mundo eliminou a argentina Nadia Podoroska, cabeça 5 do evento e 67ª do ranking, por 6/4 e 6/1 em apenas 1h15 de partida.

Pigossi já defende 30 pontos dos 60 que fez no ano passado. Mas como houve uma mudança no sistema de classificação da WTA no início da temporada, as quartas de final de um 250 passam a dar 54 pontos a partir deste ano. A paulistana de 29 anos enfrenta nesta quarta-feira, por volta de 15h30 (de Brasília) a romena Irina Bara, 178ª, que bateu a ucraniana Katarina Zavatska por 2/6, 6/3 e 6/4. O confronto é inédito no circuito.

Esta foi a segunda vitória de Pigossi sobre Podoroska no circuito. Ela já havia derrotado a argentina no WTA 250 de Varsóvia em 2022. A argentina foi semifinalista de Roland Garros em 2020, chegou ao 36º lugar do ranking, e vinha de título no último domingo WTA 125 de San Luis Potosi, no México. Pigossi também jogou o torneio mexicano, chegou às quartas em simples e à final de duplas, sentindo um desconforto no joelho esquerdo nas últimas partidas da semana.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Bastante habituada a jogar na combinação entre saibro e altitude, Pigossi conseguiu jogar de forma agressiva, comandando os pontos com o forehand e atacando o segundo serviço da argentina. Ela não demorou para conseguir uma quebra e sair vencendo por 3/1. Podoroska igualou o primeiro set e equilibrou as ações.

Quando a brasileira liderava por 5/4, aproveitou-se de um game com poucos primeiros serviços em quadra da rival. Ela passou a devolver o saque de Podoroska com um ou dois passos à frente da linha de base, colocou pressão e abriu um 0-30, definindo a parcial com dois winners de forehand.

Jogando mais uma vez com uma proteção no joelho esquerdo, como já havia acontecido nos dois últimos jogos do México, Pigossi já tinha maior segurança para executar o movimento de saque e deslocamentos laterais. Ela dominou o segundo set, sem enfrentar break-points e com apenas oito pontos perdidos nos games de serviço, além de conseguir duas novas quebras para fechar o jogo.

36 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Blumenau
13 dias atrás

Gostei de ver a Pigossi jogando hoje, firme, focada, agressiva, ofensiva e mesmo baleada soube se impor em quadra. Já notei que muitas jogadoras vencem um torneio e caem na primeira rodada do próximo. Isto está se tornando uma maldição.

Fernando S P
Fernando S P
13 dias atrás
Responder para  Blumenau

É super normal. Sempre foi assim.

Bukele
Bukele
12 dias atrás
Responder para  Blumenau

No outro post sobre a Pigossi, apareceu o mané do FF dizendo q Pigossi ia perder (claro, é hater). Avisei que não era bem assim, que a Pigossi ama esse 250 da Colômbia, pra ela é como se fosse o melhor torneio que ela pode jogar, e ela vai tentar de tudo pra ser campeã, fora que a argentina veio de sequência de jogos. Não deu outra. Tem gente q não aprende.

Grau
Grau
13 dias atrás

Vi o jogo e Laura foi incrível. Muito concentrada, fez um jogo de muitas variações e com isso derrotou a argentina, que é uma grande tenista e tinha acabado de ser campeã. Laura segue evoluindo e sempre entregando tudo em quadra. Laura mais uma vez calando os críticos de sofá e dando muito orgulho para o tênis brasileiro

Paulo A.
Paulo A.
13 dias atrás
Responder para  Grau

Verdade, hoje ela foi brilhante, jogando muito bem.

Arajaribu
Arajaribu
13 dias atrás

Vamos Laurinha!! Próxima rodada é bem ganhável!!

Klivio Lima
Klivio Lima
13 dias atrás
Responder para  Arajaribu

Contra a romena, eu sou mais Pigossi!!!

Andre Borges
Andre Borges
13 dias atrás

Excelente, passar mais uma rodada pra defender os pontos e depois jogar sem pressão. Quem sabe nova final

JBG
JBG
13 dias atrás
Responder para  Andre Borges

Que tal o título?

João Sawao ando
João Sawao ando
13 dias atrás

Vamos laurinha.

Márcio
Márcio
13 dias atrás

Hoje a Laura passeou em quadra sobre a favorita argentina, a qual não viu a cor da bola!! Sensacional!!! Boraaaaaa!!!

Diux
Diux
13 dias atrás

Teve gente morrendo com o ódio entalado na garganta. Vamos, Laura!

Maroc Ponti
Maroc Ponti
13 dias atrás

Ainda bem que quase tenho a certeza que a Laura nao le os comentários que fazem aqui. A grande maioria são brasileiros de baixo calibre que oscilam em congratular nossos tenistas e em classifica-los como medíocres e vilificando toda a categoria de tenistas conterrâneos. Estou junto com a Laura nos altos e nos baixos. Obrigado Laura por dar mais valor a brasileiros em todos os cantos.

Andre Borges
Andre Borges
13 dias atrás
Responder para  Maroc Ponti

A esmagadora maioria dos atletas de alto rendimento não vê redes sociais nem fóruns, etc. É tudo a equipe que administra. É muito chorume não tem nem como. Vi uma entrevista do técnico da Bia dizendo q ela não tem acesso a nada. Eles usam só a conta low profile que tem só familiares e amigos.

Maroc Ponti
Maroc Ponti
13 dias atrás
Responder para  Andre Borges

Obrigado pela informação Andre.

Klivio Lima
Klivio Lima
13 dias atrás

Boa, Laura! Excelente vitória!

ADALBERTO SOUZA
ADALBERTO SOUZA
13 dias atrás

Como o Tênis é um esporte espetacular!
Ele oferece oportunidades para o/a atleta se reinventar a cada semana!
Hoje só dizer uma frase da Laurinha:
– Ela foi perfeita!
Inteligente nas escolhas das jogadas! Não apavorou quando a oponente esboçou reação no 1o.Set!
Não deu a mínima chance de reação para Nádia!
Parabéns Laurinha! Que jogo!

Blumenau
13 dias atrás
Responder para  ADALBERTO SOUZA

Excelente comentário. Pigossi explorou a variedade de golpes alternando o tempo todo e usando o contrapé (que é divino), coisa que a Bia não está fazendo. Espero que que a Bia tenha assistido este jogo pra ver como se faz.

Paulo Mala
Paulo Mala
13 dias atrás

Foi o que eu disse esses dias
Tenis feminino não aguenta a sequencia de jogos
Masculino time quase isso
Podoroska vem cansada de titulo
Resultado normal

Blumenau
13 dias atrás
Responder para  Paulo Mala

Até pode ser cansaço, mas ela e a Pigossi fizeram o mesmo número de jogos, contando com jogos em duplas, e a Pigossi sofreu uma lesão que a retirou da competição, então não é bem assim.

JBG
JBG
13 dias atrás
Responder para  Paulo Mala

Danielle Collins venceu Paulo Badosa em Charleston hoje depois do maior título da carreira no M1000 Miami Open Itaú.

Paulo Mala
Paulo Mala
13 dias atrás
Responder para  JBG

Uau! 1 vitória entre diversas derrota de tenistas como a Podoroska. Isso dá Collins é exceção e não a regra se vc começar a observar

JBG
JBG
12 dias atrás
Responder para  Paulo Mala

Lembrando que é um M1000 mais desgastante, fora o metal enfrentando entrevista estressantes, treino, estratégia de jogo e o próprio jogo em si, não sabia quem enfrentaria?. Danielle Collins tem artrite reumatóide, inflamação na parte uterina, terá que fazer um planejamento médico completo para conseguir talvez ser mãe, jogou cansada depois de todo protocolo da competição como fotos e direitos de imagens obrigatórios. Viaje, treino ( piso totalmente diferente) e jogo como diz a Bia, para completar com um pouco fora do físico ideal de seus problemas inflamatórios. Pra fechar já está com 30 anos ufa! Não é fácil não! Ou a Paulo Badosa jogou a toalha já algum tempo a ex- número 2, parecido com a triste história da Sofia Kenin que já foi eliminada simples e duplas, Raducanu e etc etc… Complexo.

NFdS
NFdS
13 dias atrás

Laurinha é raça pura! Tem uma garra impressionante essa menina!

Blumenau
13 dias atrás
Responder para  NFdS

E jogou baleada.

jose carlos
jose carlos
13 dias atrás

Grande vitoria! Se chegar a final tem garantida a entrada direta em RG.Com semi, ainda é possivel tambem.

Guilherme ES Ribeiro
Guilherme ES Ribeiro
13 dias atrás

Que vitória da Laura. Atropelou a argentina TOP70. E tem gente que diz que o ranking dela é enganoso. Sei.

Thiago
Thiago
13 dias atrás

Tênis brasileiro vem nos dandos gratas surpresas… hj mesmo, Reyes e Laura quebraram as bancas de apostas. Parabéns Laurinha! Mesmo os críticos mais ferrenhos reconhecem que garra e vontade ali, não faltam.

trackback

[…] quadrante com Errani e Sorribes é o mesmo de Laura Pigossi. Depois de ter vencido a argentina Nadia Podoroska por 6/4 e 6/1, a número 2 do Brasil já volta a […]

Haroldo Guimaraes
Haroldo Guimaraes
13 dias atrás

Eh isso ai Pigossi, para desespero dos Haters, mostre que vc tem sangue brasileiro na veia. Parabens , ja valeu entrar no torneio.nossa medalhista de bronze

Jose Maria
Jose Maria
12 dias atrás
Responder para  Haroldo Guimaraes

Eles somem quando Laura ganha, aqui tinha um tal de FF e outro de nome Alcool e Gel.

Neto
Neto
13 dias atrás

Pigossi não para! Impressionante. Ela vai de um torneio para o outro sem “meu pé me dói”. Parabéns por mais essa vitória e pela trajetória!!

Carlos Carcamino
Carlos Carcamino
13 dias atrás

Parabéns menina viajante, hoje arrasou jogando bem e sempre é bom ganhar da argentina de 2×0.
fique mais 1 semana por aí. Não precisa ter pressa para viajar.

o realista
o realista
12 dias atrás

Era uma vitória esperada, a argentina vem de sequência de jogos desgastante em Miami e esse torneio que ela copou.
A Laura é dentre os tenistas brasileiros, a que mais trabalha, não tem preguiça de jogar e por isso, merece a vitória pelo seu esforço

Arthur
Arthur
12 dias atrás

Boa pigossi

Anderson
Anderson
12 dias atrás

E teve TUDO para ganhar hoje e PERDEU para uma jogadora fraquíssima. Realmente pigossi é uma lutadora e mais NADA.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da rápida final masculina de Miami

Collins segura os nervos e bate Rybakina: veja o melhor da final

PUBLICIDADE