PLACAR

Pai de Djokovic espera despedida no fim de 2024

Belgrado (Sérvia) – Por mais que Novak Djokovic continue jogando em altíssimo nível aos 36 anos e garanta estar motivado para buscar ainda mais conquistas, mesmo depois de ter batido o recorde de títulos de Grand Slam entre os homens com 23 troféus, a família do tenista acredita que a despedida pode acontecer. Seu pai, Srdjan, afirmou ao documentário ‘Novak Djokovic – Untold Stories’ que espera que o filho pare de jogar profissionalmente no fim de 2024.

“Ainda não é o fim. Mas talvez daqui a um ano em meio… Meu desejo como pai é que ele já deveria ter parado de fazer esse trabalho, que é muito desgastante fisicamente e também mentalmente. Ele foi totalmente dedicado por 30 anos, sem tirar o pé do acelerador. Não há muito tempo para outras coisas da vida”, disse Srdjan.

“O tênis é apenas uma parte da vida dele, não a vida inteira. Espero que no futuro ele seja lembrado e valorizado não só pelo que fez dentro da quadra, mas também fora dela”, continuou o pai do tenista. “Novak alcançou todos os objetivos que eu esperava que ele alcançasse já há sete ou oito anos. A partir daí só vieram bônus extraordinários”.

A mãe de Djokovic, Dijana, também falou no documentário, que não tem uma visão muito diferente da do pai, mas ressalta que a decisão de parar de jogar tem que partir do próprio atleta, sem a influência das pessoas de seu entorno. “Depende tudo dele. No que me diz respeito, ele poderia sair agora mesmo, já que ganhou tudo”.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE