PLACAR

Osaka joga a BJK Cup após 4 anos, Halep também volta

Foto: Jimmie48/WTA

Tóquio (Japão) – A equipe japonesa que enfrentará o Cazaquistão pela fase qualificatória da Billie Jean King Cup, nos dias 12 e 13 de abril em Tóquio, teve sua escalação divulgada nesta sexta-feira. A principal novidade na lista da capitã Ai Sugiyama é a presença de Naomi Osaka, que não disputa a competição desde fevereiro de 2020, quando perdeu para Sara Sorribes por 6/0 e 6/3 e viu as espanholas vencerem o duelo, válido também pela etapa de classificação, por 3 a 1.

Além de Osaka, também foram convocadas para o confronto Nao Hibino, Mai Hontama e as duplistas Ena Shibahara e Shuko Aoyama. Do outro lado, o time cazaque não terá sua principal estrela, Elena Rybakina, e desafiará as donas da casa com Yulia Putintseva, Zhibek Kulambayeva, Aruzhan Sagandikova, Anna Danilina e Zarina Diyas.

Quem também está de volta à BJK Cup é a romena Simona Halep, liberada para voltar às quadras após ter sua suspensão reduzida de quatro anos para apenas nove meses. A ex-número 1 do mundo terá a companhia de Ana Bogdan, Jaqueline Cristian, Anca Todoni e Mara Gae para enfrentar, nos Estados Unidos, a Ucrânia de Elina Svitolina, Lesia Tsurenko, Yuliia Starodubtseva e as irmãs Liudmyla e Nadiia Kichenok.

Já Iga Swiatek será o principal destaque do confronto entre Suíça e Polônia, em Biel. Ao lado de Magdalena Frech, Magda Linette, Katarzyna Kawa e Maja Chwalinska, a atual líder do ranking feminino visitará o time formado por Viktorija Golubic, Celine Naef, Simona Waltert e Jil Teichman.

Clássico na França, EUA favorito e Brasil com força máxima
Outro duelo de peso nesta fase qualificatória será entre a França de Caroline Garcia, Clara Burel, Diane Parry e Kristina Mladenovic e a Grã-Bretanha de Katie Boulter, Emma Raducanu, Harriet Dart e Heather Watson, que medirão forças na cidade francesa de Le Portel.

Por sua vez, os Estados Unidos recebem a Bélgica em Orlando, com um time encabeçado por Jessica Pegula e Madison Keys, tendo ainda a ascendente Emma Navarro e as boas duplistas Taylor Townsend e Caroline Dolehide. Sem Elise Mertens, as belgas terão à disposição Sofia Costoulas, Hanne Vandewinkel, Marie Benoit e Kimberly Zimmermann.

Jogando em Brisbane, a Austrália de Arina Rodionova, Daria Saville, Storm Hunter, Taylah Preston e Ellen Perez encara o México de Fernanda Contreras, Marcela Zacarías, Fernanda Navarro e Giuliana Olmos. Enquanto isso, a Eslovênia contará com Tamara Zidansek, Veronika Erjavec, Pia Lovric, Nina Potocnik e Ela Nala Milic para enfrentar o time da Eslováquia, que jogará em casa com Anna Karolina Schmiedlova, Rebecca Sramkova, Viktoria Hruncakova, Renata Jamrichova e Tereza Mihalikova.

Em São Paulo, o Brasil terá força máxima para encarar a Alemanha. O novo capitão Luiz Peniza convocou Beatriz Haddad Maia, Laura Pigossi, Carolina Meligeni, Luisa Stefani e Ingrid Martins, enquanto Rainer Schuettler levará ao Ginásio do Ibirapuera uma equipe que conta com Angelique Kerber, Tatjana Maria, Laura Siegemund e Anna-Lena Friedsam.

Os oitos países vencedores desses confrontos garantirão vaga na fase final da BJK Cup, juntando-se às finalistas de 2023, República Tcheca e Itália, além da anfitriã Espanha e do convidado Canadá. Os duelos acontecerão de 12 a 17 de novembro, em Sevilha. Já os times perdedores terão de disputar novamente os playoffs, também no penúltimo mês do ano.

Kerber defenderá a Alemanha contra o Brasil na BJK Cup

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da rápida final masculina de Miami

Collins segura os nervos e bate Rybakina: veja o melhor da final

PUBLICIDADE