PLACAR

Onde estarão os melhores do mundo em janeiro

Foto: WTA

Miami (EUA) – O espanhol Carlos Alcaraz, o russo Daniil Medvedev e o italiano Jannik Sinner serão os únicos top 30 do ranking que não disputarão torneios oficiais até o Australian Open. E desses três importantes nomes, apenas Sinner se inscreveu para jogos de exibição até agora.

No feminino, o mesmo acontecerá com a tunisiana Ons Jabeur e a tcheca Petra Kvitova, que também optaram por ir direto ao Grand Slam da Oceania sem passar por eventos de aquecimento.

Veja onde estarão os top 20 de cada circuito e importantes nomes que marcam retorno ao circuito nas duas semanas anteriores ao Australian Open, que começará de forma inédita no domingo local, dia 14, o o que equivale à noite de sábado no Brasil.

United Cup – 28 de dezembro a 7 de janeiro
Masculino: Novak Djokovic, Stefanos Tsitsipas, Alexander Zverev, Hubert Hurkacz, Taylor Fritz, Casper Ruud, Alex de Minaur, Cameron Norrie e Nicolas Jarry.
Feminino: Iga Swiatek, Jessica Pegula, Marketa Vondrousova, Maria Sakkari, Beatriz Haddad Maia, Qinwen Zheng, Caroline Garcia e Angelique Kerber.

Brisbane – 1 a 7 de janeiro
Masculino: Holger Rune, Grigor Dimitrov, Ben Shelton, Ugo Humbert, Rafael Nadal e Marin Cilic.
Feminino: Aryna Sabalenka, Elena Rybakina, Karolina Muchova, Madison Keys, Jelena Ostapenko, Ludmila Samsonova, Daria Kasatkina, Veronika Kudermetova e Naomi Osaka.

Hong Kong – 1 a 7 de janeiro
Masculino: Andrey Rublev, Karen Khachanov e Frances Tiafoe

Adelaide – 8 a 13 de janeiro
Masculino: Tommy Paul, Nicolas Jarry e Ugo Humbert
Feminino: Elena Rybakina, Jessica Pegula, Marketa Vondrousova, Karolina Muchova, Barbora Krejcikova, Beatriz Haddad Maia, Madison Keys, Jelena Ostapenko, Qinwen Zheng, Ludmilla Samsonova, Daria Kasatkina, Veronika Kudermetova e Caroline Garcia.

Auckland – 1 a 7 de janeiro (WTA) e 8 a 13 de janeiro (ATP)
Masculino: Ben Shelton e Cameron Norrie
Feminino: Coco Gauff, Caroline Wozniacki e Amanda Anisimova.

Exibição Kooyong Classic – 10 a 12 de janeiro
Masculino: Jannik Sinner, Holger Rune, Casper Ruud, Frances Tiafoe, Karen Khachanov, Milos Raonic e Marin Cilic.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Wilson Teodoro Peixeiro
2 meses atrás

A diversidade de estratégias de preparação para o Australian Open destaca a individualidade dos jogadores no circuito. A decisão de alguns atletas de participar de jogos de exibição, enquanto outros optam por torneios oficiais, ressalta a importância da abordagem personalizada no mundo do tênis. Essa variedade de escolhas não apenas adiciona uma camada de imprevisibilidade ao início da temporada, mas também levanta questões fascinantes sobre como diferentes métodos de preparação podem impactar o desempenho no Grand Slam. Será interessante observar se as decisões estratégicas se refletirão em vantagens táticas durante os jogos, alimentando o debate sobre a influência do caminho prévio no sucesso de um jogador em um torneio de alto nível.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE