PLACAR

Olívia Carneiro e Pedro Rodrigues fazem semis em Medellín

Olívia Carneiro (Foto: Luiz Cândido/CBT)

Medellín (Colômbia) – Brasileira mais bem colocada no ranking mundial juvenil, a paulista de 17 anos Olívia Carneiro garantiu vaga na semifinal do ITF J300 de Medellín, torneio sul-americano individual disputado na Colômbia. Cabeça 3 do torneio e 37ª do ranking, Olívia superou nesta sexta-feira a colombiana Diana Lizarazo, 216ª colocada, por 6/3, 6/7 (1-7) e 7/5.

Vinda de um título de duplas no Banana Bowl no último final de semana, Olívia tem três títulos de simples no circuito, o mais recente em outubro em La Paz. Ela está apenas cinco posições abaixo do melhor ranking da carreira, o 32º lugar, alcançado em fevereiro. O torneio na Colômbia dá 300 pontos para a campeã, 210 para a vice e 140 para as semifinalistas. O ranking considera os seis melhores resultados de simples e mais 25% das seis melhores pontuações nas duplas.

A adversária de Olívia na semifinal será a argentina Luna Cinalli, segunda cabeça de chave do torneio e 29ª do ranking, algoz da gaúcha Pietra Rívoli, de 16 anos e 160ª colocada, por 6/4 e 6/1. Outra brasileira que caiu nas quartas foi a potiguar Victória Barros, de 14 anos e 97ª do mundo, que foi superada pela peruana de 16 anos Francesca Bunikowska, 100ª colocada, por 3/6, 7/5 e 7/5. Bunikowska enfrenta a colombiana Valentina Arias.

Victória e Pietra somam 100 pontos cada uma. A potiguar deve ganhar em torno de dez posições. Já a gaúcha deve figurar entre as 150 melhores, firmando-se já como a terceira melhor do Brasil no ranking mundial da categoria de 18 anos.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Pela chave masculina, destaque para o mineiro Pedro Rodrigues, de 17 anos e 59º do ranking. Cabeça 3 do torneio, ele venceu o colombiano Alejandro Arcila, 117º do ranking, por 6/3, 6/7 (7-9) e 7/6 (7-4). Campeão da Copa Davis Júnior pelo Brasil em 2022, Rodrigues tem como melhor ranking da carreira o 21º lugar e já venceu seis torneios no circuito da ITF. Com os pontos da semana, ele vai se reaproximando do top 50, marca importante na busca por vagas em Roland Garros. Seu próximo adversário é o argentino, Maximo Zeitune, 47º colocado.

Já o paranaense de 17 anos Gustavo Almeida, 65º do ranking e que também fez parte da equipe campeã da Davis Junior, perdeu para o colombiano Samuel Heredia, 128º do ranking por 6/4 e 6/2. Heredia terá um duelo colombiano na semifinal contra Miguel Tobon, principal cabeça de chave.

Guto Miguel e Pedro Chabalgoity na final de duplas
O Brasil também está representado na final de duplas, com o brasiliense Pedro Chabalgoity e o goiano Luis Augusto Miguel, o Guto. Eles venceram nesta sexta-feira o carioca Nicolas Oliveira e o paranaense João Lago por 6/3, 4/6 e 10-8.

Os adversários na final serão o colombiano Miguel Tobón e o argentino Maximo Zeitune, principais cabeças de chave, que derrotaram Stephan Noale e Pedro Rodrigues por 6/4 e 6/3. Chabalgoity, de 15 anos, tem três títulos de ITF em simples e busca uma conquista inédita nas duplas. Também de 15 anos, Guto tenta vencer seu primeiro ITF.

6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Maurício
Maurício
1 mês atrás

Para o tanto que falam dessa Victoria, ela fez uma gira de ITFs bem ruim hein.

Eduardo
Eduardo
1 mês atrás
Responder para  Maurício

Mas ela tem 14 anos né?

Vanessa
Vanessa
1 mês atrás
Responder para  Maurício

Onde quartas de finais é ruim? Nos poupe, por favor!

NFdS
NFdS
1 mês atrás
Responder para  Maurício

Acho até essas derrotas bem instrutivas, importantes para o mental dela, e para correção das expectativas exageradas.
É muito cedo pro peso que estão colocando nas costas dela.
Vamos deixar ela quieta por um tempo, sem exigências descabidas.

Paulo A.
Paulo A.
1 mês atrás

Uma pena que a Victoria não tenha conseguido ganhar, depois de muita luta…

Eduardo
Eduardo
1 mês atrás

Em relação à Victoria, ela segue seu desenvolvimento, vencendo a maioria das partidas. A questão é equilibrar as expectativas externas em relação a ela. Sua trajetória não parece ser de fenômeno, alguém tão acima da média. O quão longe ela chegará depende de seu esforço e da equipe. Não podemos cobrá-la nessa idade.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja como foi a espetacular vitória de Fonseca sobre Sonego

Nadal pode ter feito seu último jogo oficial em Barcelona

PUBLICIDADE