PLACAR

‘Não é fácil treinar Novak’, garante Ivanisevic

Foto: Corinne Dubreuil/ATP Tour

Zagreb (Croácia) – Ser o técnico do número 1 do mundo e recordista das marcas mais importantes do tênis poderia sugerir uma tarefa fácil, mas o croata Goran Ivanisevic garante que o trabalho é árduo. O competente treinador conta em entrevista ao site We Are Tennis que seu pupilo é muito exigente o tempo todo e tem reações duras quando sofre uma derrota, além de estar perseguindo melhorias em seus golpes o tempo todo.

“Uma boa analogia seria imaginar Novak Djokovic como presidente de uma empresa”, exemplifica Ivanisevic. “Ele procura e exige lucros. Esses ganhos o diferenciam dos outros. Se a empresa tem perdas, perde participação de mercado, resultando em queda na classificação. Nole, como qualquer jogador de elite, acha isso muito difícil de lidar”. Para sorte do time do sérvio, isso aconteceu apenas cinco vezes ao longo de toda a temporada 2023.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

“Ele nos acorrentou com algemas por três dias”, definiu o treinador sobre as rodadas decisivas do Finals de Turim. “Ele não é um cara fácil, vamos colocar desta forma. Especialmente quando algo não sai do seu jeito. Ele estava nos torturando, arrancando nossas unhas e muitas outras coisas que nem posso dizer. Mas ainda estamos aqui, estamos vivos. Meu coração ainda está bem, sou um homem mais velho e preciso ter cuidado com meu coração”, brincou. “Quem sou eu para ficar bravo com ele? Ele é o melhor jogador da história do tênis. Às vezes só consigo ficar com raiva dele quando ele grita conosco sem motivo”.

Devido a essa personalidade vencedora e exigente, Ivanisevic diz que foi muito tenso após a derrota para Jannik Sinner na fase de grupos do Finals de Turim. “Não é fácil lidar com ele quando está perdendo o jogo. Naquela terça-feira contra Sinner, o jogo terminou tarde. Na quarta-feira não o vimos e até quinta não sabíamos o que estava acontecendo. Estávamos na sala e não sabíamos se íamos para casa ou para o aquecimento contra o (Hubert) Hurkacz. Como todo ser humano, ele tem algumas brigas consigo mesmo. Sei que não é fácil ficar motivado. Ganhou tudo e terminou como número 1, mas sempre encontra motivação. Sempre quer mais, quer algo melhor o tempo todo.”

E revelou: “Quando (Jannik) Sinner venceu (Holger) Rune (o que deu a segunda vaga do grupo a Djokovic), a partir daquele momento eu sabia que Novak iria vencer o torneio”. E sentenciou: “Quando o verdadeiro Novak Djokovic entra em quadra, ninguém pode jogar com ele”

Por fim, o treinador mostra sua admiração pelo empenho constante do seu pupilo e destacou evolução ao longo da temporada. “É muito difícil melhorar com ele, mas ele quer fazer isso. É bom e ruim para mim como treinador e para o resto da equipe. Acho que ele melhorou muito os voleios, o jogo e a posição na rede. Agora, quando ele chega à rede geralmente acerta alguns voleios incríveis. A posição dele na rede é muito melhor, é muito difícil passá-lo. Antes era muito fácil dar a passada, mas agora ele está confortável na rede. Na final do USOpen, fez dois ou três voleios importantes na final contra Medvedev. Ele não tem medo de subir na rede. Também está acertando os forehands com muito mais força, ele está indo para a bola. Nos segundos serviços, às vezes chega a mais de 200 quilômetros.”

5 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Marcos Ribeiro
Marcos Ribeiro
2 meses atrás

Djokovic é o presidente da Djokovic Ltda. Os principais tenistas e alguns jogadores de futebol também têm a suas empresas. Na NBA também deve ter. O Hulk por exemplo tem toda uma equipe própria para ter o melhor desempenho e a melhor carreira possível. Até o Otávio do Galo montou a sua, e melhorou depois disso. O mental é importante dentro e fora da quadra ou do campo. Também tem aqueles do lado oposto, como aquele australiano, qual é mesmo o nome dele? Precisei até pesquisar para lembrar o nome, o Kyrgios.

Sandro Paixão
Sandro Paixão
2 meses atrás

“Quando Sinner venceu Rune, a partir daquele momento eu sabia que Novak iria vencer o torneio.” (Goran Ivanisevic).
Eu, também ! rsrsrs

Lucas
Lucas
2 meses atrás
Responder para  Sandro Paixão

Essa até eu matei. Só jogador cagalh@o no torneio, e um mais que cascudo ( Djokovice), o resultado era mais que previsível

Elias Aguiar
2 meses atrás

“Quando o verdadeiro Djokovic entra em quadra, ninguém pode jogar com ele”. Essa opinião é forte sobre Novak, o GOAT.

Davi Poiani
Davi Poiani
2 meses atrás

Pro cara ser o melhor tenista de todos os tempos, tem que ser exigente ao extremo. Steve Jobs não revolucionou o mundo dos smartphones sendo bonzinho.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE