PLACAR

Nadal é homenageado e se emociona na despedida de Madri

Foto: Mateo Villalba/MMO

Madri (Espanha) – O encerramento da rodada desta terça-feira pelo Masters 1000 de Madri foi de muita emoção para o público que lotou as dependências da quadra Manolo Sanatana. Apesar do horário avançado, em uma rodada que terminou depois da meia-noite, os torcedores ficaram até o fim para testemunhar a última partida de Rafael Nadal em seu país. E após a derrota para o tcheco Jiri Lehecka, 31º do ranking, por 7/5 e 6/4, Nadal recebeu justas homenagens antes de sair de quadra.

“Este é um momento muito difícil. Mas a vida e o meu corpo já me mandam sinais há muito tempo. Meu sonho era me despedir em quadra. Tive a sorte de transformar minha paixão em meu trabalho. Sou um privilegiado”, disse Nadal durante a cerimônia de reconhecimento à sua trajetória. Em dos pontos do estádio, foram exibidas bandeiras com registro de cada um de seus cinco títulos na capital espanhola em 2005, 2010, 2013, 2014 e 2017.

“Foi uma semana muito especial para mim e positiva em vários sentidos”, reconheceu o ex-número 1 do mundo, que venceu três jogos no torneio, um deles contra o número 11 do mundo Alex de Minaur. “Tive a oportunidade de poder voltar a jogar nesta quadra. Nas últimas semanas, nos dias anteriores ao ATP de Barcelona, não sabia se poderia voltar a competir em uma partida oficial e jogar dois torneios seguidos. Foi inesquecível”.

Além das fotos de Nadal com o troféu, o telão do estádio exibiu também os momentos marcantes do espanhol no torneio. “Olhando as imagens, algumas parecem de outra vida. Só posso agradecer a todos que me ajudaram ao longo desta carreira. Embora não esteja concluída, é a última vez que estou jogando aqui em Madri. Foi um presente que vocês me deram durante esses 21 anos. Isto é mais importante do que qualquer Grand Slam que ganhei. As emoções que sinto ao jogar diante do público espanhol ficarão comigo para sempre”, comenta o veterano de 37 anos.

“A única coisa que posso fazer é agradecer. Foi uma jornada incrível que começou quando eu era pequeno. Vim para Madri pela primeira vez em 2003. Depois, a primeira vez que competi foi em 2005, quando o torneio ainda era disputado na quadra dura, e consegui uma das vitórias mais emocionantes da minha carreira. Até hoje tive o apoio incondicional de todos. Não há como agradecer mais”.

Leia mais:

Lehecka derruba Nadal e repete seu melhor Masters

26 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Luiz Henrique
Luiz Henrique
24 dias atrás

Tem que ir se despedindo dos torneios mais importantes pra ele, agora é Roma, RG, seria bom ir também a Wimbledon e Us Open para se despedir, e ano que vem no AO e encerrar em Monte Carlo, que acabou faltando esse ano. Lenda

Última edição 24 dias atrás by Luiz Henrique
Osvaldo
Osvaldo
24 dias atrás

isso aí, Nadal ! o homem tá com tudo de novo ! Vc vai voltar mais forte do que nunca ! rumo ao 15º RG !
#rumoaos25slams #euacredito

Alexandre Monteiro
Alexandre Monteiro
24 dias atrás

Aposenta karai…

RODRIGO
RODRIGO
24 dias atrás

Monstro sagrado do esporte. Abaixo apenas de ROGER FEDERER. Jamais haverá nada maior no tênis do que um FEDERER X NADAL. Jamais…

Piter Oliveira
Piter Oliveira
24 dias atrás
Responder para  RODRIGO

Isso diz mais sobre seu sentimento, do que a realidade. Descartar Djokovic, beira a ignorância tenística.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
24 dias atrás
Responder para  Piter Oliveira

É só uma terceirete chorona, releve.

RODRIGO
RODRIGO
24 dias atrás
Responder para  Piter Oliveira

Bem lembrado! Eu já tinha esquecido do Djokovid. Por onde anda? Se aposentou?

Paulo Almeida
Paulo Almeida
24 dias atrás
Responder para  RODRIGO

Correção: apenas abaixo do GOAT de todos os esportes Djokovic.

Federer é o Terceirão e essa paternidade de 24×16 é somente a terceira da história.

24 > 22 > 20

Thiago Pereira
Thiago Pereira
24 dias atrás
Responder para  RODRIGO

Sim,ele só está abaixo do Roger Federer,por isso é o terceiro do big 3,kkkkk. Pois o primeiro e maior de todos, todo mundo sabe quem é.

RODRIGO
RODRIGO
24 dias atrás
Responder para  Thiago Pereira

Sim, essa é moleza: ROGER “THE GOAT” FEDERER!!!

samuel
samuel
23 dias atrás
Responder para  RODRIGO

24 majors recordeeeeeee

Paulo A.
Paulo A.
24 dias atrás

Nadal é mesmo um ser humano diferenciado. Apesar de emocionado, em momento algum chorou, ao contrário, exibiu um largo sorriso, de alegria e orgulho por tudo que conquistou em sua incrível carreira. Que campeão! Nadal para siempre!

Paulo Minoso
Paulo Minoso
24 dias atrás

O maior atleta de nosso tempo. Teve muitas vezes o próprio corpo como maior adversário.

Em forma, teria conquistado ainda mais. Isso sem quebrar raquetes ou agredir qualquer adversário ou acertar boleiros.

Fora de quadra é um cidadão exemplar e grande referência para gerações inteiras.

Nadal é enorme. Ele é o Big One.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
24 dias atrás
Responder para  Paulo Minoso

O maior atleta da história chama-se Novak Djokovic. Sem problemas com glúten até 2010, sem as lesões de 2017/2018/2019 e sem pandemia, teria 35 Slams. Cada um simula o que quiser, mas no final só valem os fatos.

Ninguém pode ser Big One com 209×425 em semanas #1 e 0x7 em ATP Finals para o rival.

Sergio
Sergio
23 dias atrás
Responder para  Paulo Minoso

Concordo plenamente.
Exatamente como eu penso. O maior atleta de todos os tempos. Dentro e fora das quadras. Um monstro sagrado do esporte mundial.
Nunca colocou as ridículas ambições de ser o melhor acima da ética no esporte e na vida. Nunca quebrou raquetes, nunca desrespeitou nada nem ninguém. Nunca tentou enganar um país inteiro (Austrália) entrando de forma ilegal no país e depois foi deportado.
Isso é mais do que ter ganho ou não mais Grand Slams… Isso é respeito pelo ser humano.
Fenomenal Dentro e Fora das quadras.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
23 dias atrás
Responder para  Sergio

“Ridículas ambições” que os outros dois tiveram, mas só um conseguiu, o GOAT de todos os esportes Djokovic. O choro é livre.

24 > 22 > 20
425 > 310 > 209
8 > 5 > 5
7 > 6 > 0
40 > 36 > 28

Paulo Almeida
Paulo Almeida
23 dias atrás
Responder para  Sergio

8 > 5 = 5

FERNANDO/MG
FERNANDO/MG
24 dias atrás

Vai ser muito legal, em um futuro breve ver o sérvio se aposentar no “Masters 1000 de Belgrado” (eles vão inventar um fake), porque em qualquer outro lugar fora da Sérvia corre-se o risco das homenagens serem realizadas sob fortes vaias, raquetes destruídas, etc etc….

Paulo Almeida
Paulo Almeida
23 dias atrás
Responder para  FERNANDO/MG

Ele é rei na Austrália, Indian Wells, Miami, Wimbledon, Xangai, Paris e Finals. Em qualquer desses lugares, será multiovacionado.

FERNANDO/MG
FERNANDO/MG
23 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

Rei na Austrália?? Até deportado foi de lá…Que rei é esse??

RODRIGO
RODRIGO
23 dias atrás
Responder para  FERNANDO/MG

Eu já escrevi antes e vou repetir. Nunca espere bom senso de fãs de negacionistas. Isso é uma qualidade que eles jamais terão.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
23 dias atrás
Responder para  RODRIGO

Negacionista é quem nega números.

Quando vai aceitar que 24 > 20, 425 > 310, 8 > 5, 7 > 6, 40 > 28, etc etc?

Sergio
Sergio
20 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

Mas quem nega esses números?!
Você é quem está falando isso.
Talvez o negacionista seja você de você mesmo. Ou seja; você nega que você é quem inventa que a discussão aqui é sobre os números. Você é o negacionista de você mesmo. Entendeu?! Ou não?!
Daqui a pouco você vai negar que você é você mesmo?!
Meu Deus….

Sergio
Sergio
20 dias atrás
Responder para  RODRIGO

Verdade Rodrigo. Com negacionistas é difícil o mínimo de entendimento. Terra plana, os médicos do mundo inteiro não sabem nada de vacina, não existe o aquecimento global, o holocausto nunca aconteceu….E as barbaridades que eles pregam por aí vão….Não dá. Precisa primeiro matricular esse pessoal no pré primário da escola de novo. Porque eles ainda estão nesse nível, infelizmente. Daqui a pouco vão dizer que a Terra é o centro do universo. Meu Deus. Não dá pra discutir com um essas pessoas.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
23 dias atrás
Responder para  FERNANDO/MG

Rei absoluto que tem 10 Australian Open. Quem chega perto?

Não foi deportado, apenas teve o visto cancelado.

Sergio
Sergio
20 dias atrás
Responder para  FERNANDO/MG

Isso mesmo. Rei deportado…
Que papel ridículo para um atleta de alto rendimento…..
Desconheço outro caso parecido… Em qualquer outra modalidade esportiva nunca ouvi falar de atleta deportado porque não respeita as leis do país.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE