PLACAR

Nadal diz que dor diminuiu e não se dá prazo

Foto: Rafa Nadal Academy

Madri (Espanha) – O espanhol Rafael Nadal afirmou durante evento com um de seus patrocinadores que gostaria de marcar seu retorno ao circuito no Australian Open de janeiro, mas que ainda é cedo para garantir que estará totalmente recuperado até lá.

Sem jogar justamente desde o Grand Slam da Oceania deste ano, Nadal diz que ainda lida com dores e desconforto na região do quadril que foi operada e que por isso não tem condições de treinar de forma mais intensa por enquanto.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

“Estou treinando mais agora do que há um mês, o que é um progresso”, afirmou o dono de 22 troféus de Grand Slam. “Sinto menos dor do que antes, mas ainda há um certo desconforto e assim não posso aumentar a intensidade do treinamento”.

É justamente o fato de a dor persistir que o deixa em dúvida sobre quando poderá acontecer sua volta. “Se eu sentisse menos dor, daria uma data. Gostaria de voltar para o Australian Open, mas não posso dizer com certeza”.

Nadal também se disse surpreso ao ver Novak Djokovic ganhar três Grand Slam nesta temporada. “Tenho que felicitar Djokovic por ter feito algo tão incrível. Eu acreditava que ele fosse ganhar novos Slam em 2023, mas não imaginava que seriam três, porque a nova geração é muito potente. (Carlos) Alcaraz teve chance de parar Djokovic em Roland Garros, mas depois conseguiu o histórico título em Wimbledon”.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE