PLACAR

Moutet acredita que possa ter mudado imagem que têm dele

Foto: Corinne Dubreuil / FFT

Paris (França) – Última esperança do tênis francês na chave masculina de Roland Garros, o atual 79 do mundo Corentin Moutet se despediu do torneio no último domingo superado pelo italiano Jannik Sinner. Ele chegou a assustar o atual campeão do Australian Open, mas não manteve o ritmo até o final e levou a virada por 3 sets a 1.

Apesar do resultado negativo, Moutet acredita que possa tirar boas lições da partida. “Há muitas coisas que levo desta experiência. Não posso ficar satisfeito com isso porque estamos nas oitavas de final, para grandes jogadores é quase uma rotina chegar a esta fase e eu não deveria me contentar com isso”, comentou o francês de 25 anos.

“Porém, derrotei grandes rivais, fiz ótimas partidas, aguentei fisicamente, tive um grande nível de concentração e não recebi nenhuma advertência em quatro partidas, algo que não acontece com muita frequência”, acrescentou Moutet aos risos.

Com sua atitude um pouco diferente em quadra, Moutet mostrou um bom tênis contra o número 2 do mundo e acredita que assim as pessoas possam ter uma melhor visão sua como jogador. “Estou muito feliz por ter mudado minha imagem. Não sei se mudei, mas talvez algo tenha mudado”, falou o tenista da casa.

“A imagem que as pessoas têm de mim é um pouco complicada, pois infelizmente só nos conhecem na quadra. Posso garantir que, como todos os outros jogadores, trabalho muito”, complementou Moutet, que pela segunda vez chegou nas oitavas de final em um Grand Slam, repetindo Wimbledon 2022.

Moutet afirmou que tudo ficou mais difícil depois do primeiro set. “É difícil de explicar, mas isso me deixou um pouco mais passivo. Fui muito agressivo no início e ataquei sempre que pude, só que  isso exige muita concentração e energia”, observou o francês.

“Entrei então em um território um tanto desconhecido: não sabia como deveria jogar, mas sabia que ele era muito agressivo, que se eu o deixasse solto seria muito difícil para mim. Não fui capaz de manter esse nível por tempo suficiente para vencer o jogo, No final, ele foi mais agressivo e mereceu a vitoria”, finalizou Moutet.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Toda a comemoração de Alcaraz na conquista de Roland Garros

Jannik Sinner é o 29º homem a liderar o ranking profissional

PUBLICIDADE