PLACAR

Mouratoglou diz que julgamento de Halep foi farsa

Foto: Reprodução/Instagram

Nice (França) – Ex-técnico de Simona Halep, o francês Patrick Mouratoglou defendeu com veemência a romena, que nesta semana foi punida com quatro anos de suspensão após testar positivo para Roxadustat no US Open de 2022 e ter irregularidades no seu Passaporte Biológico. Ele acredita que houve uma enorme injustiça no caso.

“A decisão, para mim, é completamente impossível de se entender. Ao longo do ano, o tratamento que ela recebeu não é normal, é injusto e inaceitável. Ela é uma vítima, foi contaminada por um produto que deveria ser limpo”, afirmou Mouratoglou em entrevista à CNN.

O treinador não escondeu sua indignação não apenas com a pena que foi estipulada, mas também como o processo de julgamento se desenvolveu. “Então ela é literalmente uma vítima. Quando você é suspenso provisoriamente, tem direito a uma audiência rápida. Isso que foi feito é uma farsa para mim, é uma farsa da justiça”, disparou.

Mouratoglou e Halep começaram a trabalhar juntos em abril do ano passado e permaneceram juntos até a suspensão provisória da romena, que aconteceu em outubro de 2022. O experiente treinador francês já havia defendido a ex-pupila garantindo que ela não teve intenção de obter vantagem esportiva com isso.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE