PLACAR

Monteiro, Wild e Meligeni conhecem rivais no quali

Foto: Andrew Ong/USTA

Nova York (EUA) – Os três brasileiros mais bem colocados no ranking da ATP disputam nesta semana o quali do US Open. Thiago Wild, Thiago Monteiro e Felipe Meligeni precisam de três vitórias cada um para entrar na chave principal do Grand Slam nova-iorquino, que começa na próxima segunda-feira.

Número 1 do país e 107º do mundo, Thiago Wild é o cabeça 9 do quali e estreia contra o búlgaro Dimitar Kuzmanov, 193º do ranking. O paranaense de 23 anos busca uma vitória inédita contra o rival, que levou a melhor nos dois duelos anteriores. Se vencer, Wild pode enfrentar o holandês Gijs Brouwer ou o tcheco Zdenek Kolar.

Entre os possíveis rivais para uma eventual terceira rodada do quali estão os italianos Flavio Cobolli e Fabio Fognini. A estreia de Cobolli será contra o suíço Leandro Riedi. Já o veterano Fognini, de 36 anos, encara o jovem tcheco de 17 anos Jakub Mensik. Wild já jogou a chave principal do US Open em 2020, mas caiu na estreia.

O cearense Thiago Monteiro é o mais experiente do trio. O canhoto de 29 anos já disputou cinco vezes a chave principal do US Open e avançou uma rodada no ano passado. Atual 116º do mundo, Monteiro estreia contra o jovem francês de 20 anos Giovanni Mpetshi Perricard, 241º do ranking. O confronto é inédito no circuito.

Em caso de vitória, Monteiro pode enfrentar o português Frederico Ferreira Silva ou o convidado local de 20 anos Aidan Mayo. Para uma eventual terceira rodada do quali, há chance de enfrentar o francês Benoit Paire, que estreia contra o compatriota Geoffrey Blancaneaux. Também estão nesse setor da chave o turco Cem Ilkel e o taiwanês Yu Hsiou Hsu.

Já Felipe Meligeni tenta disputar uma chave principal de Grand Slam pela primeira vez na carreira. O paulista de 25 anos e 170º do ranking enfrenta o tcheco de 20 anos Dalibor Svrcina, 165º colocado, em confronto inédito. Se vencer, Meligeni pode enfrentar o argentino Facundo Bagnis ou o norte-americano Quinn Vandecasteele. O setor da cahve tem mais três argentinos, Federico Coria, Camilo Carabelli e Federico Delbonis, além do norte-americano Martin Damm Jr.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Toda a comemoração de Alcaraz na conquista de Roland Garros

Jannik Sinner é o 29º homem a liderar o ranking profissional

PUBLICIDADE