PLACAR

Meligeni vence bem em sua estreia em Grand Slam

Foto: Dustin Satloff/USTA

Nova York (EUA) – A primeira partida da carreira em uma chave de simples de Grand Slam não poderia ser melhor para o paulista Felipe Meligeni, que após superar o quali, fez sua estreia no US open nesta terça-feira, batendo com autoridade o australiano James Duckworth em sets diretos, com o placar final de 6/4, 7/6 (13-11) e 6/3, em 2h18 de confronto.

Ocupando atualmente a 168ª colocação no ranking, Felipe dará um belo salto com a campanha em Nova York e por enquanto vai subindo provisoriamente para a 136ª colocação. Seu próximo adversário sairá do confronto entre o argentino Sebastian Baez e o croata Borna Coric, cabeça de chave 27.

Meligeni sacou muito bem do começo ao fim da partida, anotou 18 aces e cometeu somente duas duplas faltas, faturando 67% dos pontos disputados com o serviço. Ele também mostrou força quando ameaçado e salvou sete dos oito break-point que teve contra. Outro fundamento que executou bem foram as subidas à rede, faturando 89% dos pontos.

Substituto do japonês Kei Nishikori, que seria originalmente o adversário de Meligeni na estreia, o lucky-loser australiano não conseguiu incomodar muito, cometeu mais erros não forçados do que o brasileiro (34 a 31) e teve quase metade de bolas vencedoras (24 a 42).

No primeiro set, os sacadores prevaleceram e as chances de quebra foram mínimas. Duckworth vacilou no sétimo game, enfrentou triplo break-point com 0-40 e perdeu o serviço logo de cara. Aproveitando a importante vantagem, o brasileiro conseguiu administrar o placar até o final, venceu os dois games de saque que precisava e largou na frente.

Felipe teve trabalho no começo da segunda parcial, precisando salvar cinco break-points no segundo game. Depois de perder duas chances de quebra no 11º, o paulista decidiu o set no tiebreak, mostrando poder de recuperação. Duckworth abriu 4-0 com dois minibreaks e teve os três primeiros set-points, um deles sacando em 6-5, mas o brasileiro foi firme e depois teve cinco set-points a seu favor até fechar.

Com alguma folga no placar, Meligeni não se acomodou e manteve o ritmo no terceiro set, abrindo 2/0 de cara. O australiano tentou reagir e devolveu o break logo em seguida, mas no quarto game perdeu o saque novamente. Depois de salvar dois break-points para fazer 4/1, o paulista não foi mais ameaçado e sacramentou a vitória logo no primeiro match-point que teve.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE