PLACAR

Medvedev volta a superar Zverev e já está na semi

Foto: Corinne Dubreuil/ATP Tour

Turim (Itália) – Pela quinta vez em seis duelos na atual temporada, Daniil Medvedev derrotou Alexander Zverev, garantindo assim um lugar entre os semifinalistas do torneio entre os oito melhores do ano. Especialista em quadras duras, ainda mais nas rápidas condições deste ano em Turim, o russo superou o alemão com parciais de 7/6 (9-7) e 6/4 em 1h45 de partida nesta quarta-feira. Além dos 5 a 1 nos confrontos de 2023, ele também ampliou a vantagem no histórico geral para 11 a 7.

A vitória em sets diretos foi fundamental para que Medvedev garantisse a classificação antecipada para a semifinal em Turim. Mas o campeão de 2020 ainda não confirmou o primeiro lugar do Grupo Vermelho. O número 3 do mundo enfrentará o espanhol Carlos Alcaraz, vice-líder do ranking, na próxima sexta-feira. O histórico está empatado por 2 a 2.

Já Zverev segue com uma vitória em três sets e uma derrota em sets diretos para a última rodada da fase de grupos. Sétimo colocado no ranking, ele enfrenta o russo Andrey Rublev, quinto colocado e que ainda não venceu no torneio. O alemão lidera o histórico de confrontos por 5 a 3.

O início de partida foi o melhor possível para Medvedev, que venceu oito dos primeiros dez pontos da partida e saiu vencendo por 2/0. Ele só havia perdido um ponto no saque até o 3/1, mas permitiu o empate no sexto game da parcial. Os sacadores vinham prevalecendo até a definição no tiebreak. Zverev chegou a ter dois set-points, um deles no saque, quando errou um forehand. Depois, jogou para fora uma devolução quando teria outra chance de fechar a parcial, possibilitando ao russo definir o set em sua primeira chance.

O segundo set começou com games rápidos e pontos definidos em poucas trocas de bola. Medvedev enfrentou um break-point quando o placar estava empatado por 4/4, mas conseguiu manter o saque. No game seguinte, conseguiu a quebra decisiva para definir a partida em sets diretos. Zverev até liderou nos winners por 24 a 16, mas também cometeu 24 erros contra 17. O russo aproveitou os dois break-points que teve na partida e escapou de três das quatro chances de quebra que enfrentou.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE