PLACAR

Medvedev sobrevive às oscilações e enfrenta Dimitrov

Foto: Peter Staples/ATP Tour

Indian Wells (EUA) – Vindo de uma estreia bastante tranquila no Masters 1000 de Indian Wells no sábado à noite, Daniil Medvedev teve uma segunda rodada bem mais exigente. O atual número 4 do mundo e finalista no ano passado precisou de três sets e 2h30 para superar o norte-americano Sebastian Korda, 29º do ranking, por 6/4, 5/7 e 6/3.

Foi o quarto duelo entre Medvedev e Korda, agora com duas vitórias para cada lado. Garantido nas oitavas de final, o ex-líder do ranking agora enfrenta o búlgaro Grigor Dimitrov, 13º colocado. O russo de 28 anos lidera o histórico de confrontos por 6 a 3 contra o rival, que é quatro anos mais velho.

Ainda em busca de seu primeiro título na temporada, Medvedev foi vice do Australian Open e chegou à semifinal em Dubai. Especialista em quadras duras, ele luta por um título inédito em Indian Wells. É o único Masters 1000 no piso duro que ele nunca conquistou.

Os altos e baixos na partida entre Medvedev e Korda aparecem nas mais diversas estatísticas. O jogo teve 16 quebras de serviço, 9 a 7 para o russo, e um total de 31 break-points disputados. O norte-americano fez mais winners, 23 a 14, mas cometeu incríveis 63 erros não-forçados contra 36. Além disso, Medvedev fez 10 duplas faltas contra 5 do rival.

A vitória poderia ter vindo de forma mais tranquila para Medvedev. Depois de um set inicial com cinco quebras, em que ele chegou a liderar por 5/2, mas só fechou no décimo game da partida, o russo esteve por duas vezes com quebra acima no segundo set. Sacando mal e afobado para definir os pontos, permitiu o empate e a virada a Korda na parcial.

O último set foi marcado por games muito longos e oportunidades para os dois lados. A pressão constante de Medvedev sobre os games de saque do rival fez a diferença. Mesmo perdendo o saque duas vezes, o russo conseguiu criar 12 break-points e aproveitou quatro chances de quebra, permitindo ao rival só confirmar o saque uma vez no set decisivo.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da rápida final masculina de Miami

Collins segura os nervos e bate Rybakina: veja o melhor da final

PUBLICIDADE