PLACAR

Medvedev sente lesão na virilha e Lehecka avança à semi

Daniil Medvedev e Jiri Lehecka (Foto: Corinne Dubreuil/ATP Tour)

Madri (Espanha) – O jogo que encerrou a rodada das quartas de final do Masters 1000 de Madri teve apenas um set e 41 minutos de duração. Isso porque o russo Daniil Medvedev, número 4 do mundo, sentiu uma lesão na virilha ainda no começo do jogo contra o tcheco Jiri Lehecka, 31º do ranking, e se retirou da partida após perder a primeira parcial por 6/4.

Medvedev tenta se recuperar a tempo para o Masters 1000 de Roma, onde é o atual campeão. O torneio nas quadras de saibro da capital italiana começa na quarta-feira. Além disso, o russo não quer se arriscar antes de Roland Garros, que começa em 26 de maio.

Após o atendimento médico em quadra, ocorrido quando Medvedev vencia o primeiro set por 3/2, a transmissão captou uma conversa do tenista com o técnico Gilles Cervara dizendo: “Tive uma melhora, mas ainda estou com muito medo”, afirmou o jogador de 28 anos.

Algoz de Medvedev nesta quinta-feira, Lehecka alcança sua primeira semifinal de Masters 1000. O jovem tcheco de 22 anos enfrenta na próxima rodada o canadense Félix Auger-Aliassime, de 23 anos e 35º do ranking, que nem precisou entrar em quadra, após a desistência de Jannik Sinner por lesão no quadril. Lehecka venceu o único duelo anterior conta Aliassime no Australian Open do ano passado.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Durante a rápida partida desta quinta-feira, Lehecka teve desempenho impecável no saque. Ele não enfrentou break-points e cedeu apenas quatro pontos em seus games de serviço. Quando colocou o primeiro saque na quadra, venceu 15 pontos em 16 possíveis. Medvedev vinha confirmando sem maiores riscos até ter sofrido a lesão. Na volta, salvou dois break-points no longo oitavo game, mas não evitou a quebra dois games mais tarde. E quando Lehecka fechou o set, o russo decidiu se retirar.

16 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Gustavo Luis
Gustavo Luis
27 dias atrás

Vixe! A bruxa tá solta.

Grau
Grau
27 dias atrás

Se nosso Thiago tivesse passado ia ganhar do Nadal e ainda teria esse presente do russo. Imagina só o Thiago na semifinal?! Não esteve muito longe

Fernando S P
Fernando S P
27 dias atrás
Responder para  Grau

Para isto precisariam de 3 coisas: ter ganho do tcheco (perdeu em 2 sets), do Nadal (suposição forte de que isto teria acontecido) e o abandono do Medvedev (não vi o jogo, mas pode ter passado pelo resultado do primeiro set).

Leonel
Leonel
27 dias atrás
Responder para  Grau

Olha só isso. Seria semi pro monteiro. Esse Madrid seria mais espetacular aínda no currículo do nosso tênis. Melhor de tudo é o nível que o Monteiro voltou a jogar junto com Wild e Fonseca. Que marravilha. Ainda não falamos de Heide que está evoluindo e pode sim almejar top 100(se Navone/acosta/cachin) chegaram pq não o Heide. Meligeni TB tem jogo pra almejar top 100. Vamos ter tenis todo final de semana. Oh. Glória.

James Garcia
James Garcia
27 dias atrás
Responder para  Grau

Se a minha mãe fosse homem eu teria dois pais.

Pessoal viaja que nem maluco na maionese, Monteiro que foi mastigado pelo Lehecka ia ganhar muito do Nadal sim, claro se o espanhol tivesse deixado um braço em casa pra jogar com uma mão só quem sabe

vera
vera
27 dias atrás

Eh, tomara que na semi corra tudo bem com os tenistas .

Geraldo Cristóvão
Geraldo Cristóvão
27 dias atrás

Os três tenistas mais próximos de Djokovik estão “bixados” para a temporada de saibro.
Desanima o jogador que é movido por desafios.
Então, por ser baixo o risco de Djokovic perder a ponta do ranking, o próprio não se motiva para defender o título do ano passado.
Bom para Rafael Nadal que está recuperando seu tenis da terra batida – em comparação aos tenistas sem lesão, e chega confiante para a sua despedida de Roland Garros.

James Garcia
James Garcia
27 dias atrás
Responder para  Geraldo Cristóvão

Questão de inteligência, ele já tá na ponta do ranking sem ameaça e já com o físico caindo não tem o menor motivo do Djokovic se arriscar nesses masters 1000 que viraram coisa de criança pra ele com RG bem na porta

Jose Afonso
Jose Afonso
27 dias atrás
Responder para  Geraldo Cristóvão

Tera sido um feitiço de Novak Diablovic, o Bruxo dos Balcas?

Guilherme Ribeiro
Guilherme Ribeiro
27 dias atrás

Primeira semi de Master 1000 do tcheco na carreira. Jogo aberto contra o Aliassime. Pelo que vem jogando o tcheco tem até um certo favoritismo. Mas acho que esse Master 1000 é do Rublev

Guilherme do ES Ribeiro
Guilherme do ES Ribeiro
27 dias atrás

Lehecka está alcançando o melhor ranking e pode entrar no TOP 20 se chegar a final

José Andrade
José Andrade
27 dias atrás

Quem diria!
Rublev, Aliassime, Friz e Meleka

Casagrande
Casagrande
27 dias atrás
Responder para  José Andrade

Torço pro Aliassime desencantar!

Fernando Venezian
Fernando Venezian
27 dias atrás

Feliz pelo Lehecka que tá fazendo um torneio espetacular! E que coisa feia a torcida vaiando o Daniil! O russo fez certinho! Não pode agravar a lesão e perder Rolanga!

Sociedade da Neve
Sociedade da Neve
27 dias atrás

Rapaz, se aquele jogo contra o argentino não tivesse durado tanto, era possível até que Nadal tivesse chegado a final do torneio

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE