PLACAR

Medvedev reconhece erro em Mônaco, mas não se arrepende

Foto: ATP Tour

Madri (Espanha) – O russo Daniil Medvedev comentou sobre seu recente surto no Masters 1000 de Monte Carlo, onde se irritou com o juiz brasileiro Carlos Bernardes, reclamou veementemente de uma marcação e acabou punido com a perda de um ponto no último game da derrota sofrida para o compatriota Karen Khachanov.

“Erros acontecem, cometo erros em quadra e agora fico sentado aqui quieto e reconheço esses erros. Gostaria de não ter reagido assim”, começou o russo, em entrevista coletiva realizada antes de sua estreia no Masters 1000 de Madri. “Mas é muito difícil controlar as emoções, então eu não tenho arrependimentos”, acrescentou Medvedev.

O tenista de 28 anos, conhecido pelas suas brigas em quadra, complementou a explicação. “Adoro futebol, em todos os jogos há má conduta e no tênis também vimos outros jogadores cometerem erros. Veremos o que acontece na próxima vez, não posso prometer nada, mas espero poder me concentrar mais no jogo do que no erro em si”.

Relembre o ocorrido em Monte Carlo

Depois que o árbitro brasileiro Carlos Bernardes e o juiz de linha viram uma bola de Medvedev, ao contrário do russo, que se enfureceu após ser quebrado, jogou a raquete contra a parede, sem acertar ninguém antes de ir se sentar.

Medvedev discutiu veementemente com o brasileiro Carlos Bernardes, reclamou de sua atuação, num bate boca que teve até a intervenção do supervisor da ATP. Depois de tudo isso, foi punido com a perda de um ponto e começou o último game em desvantagem.

“Quem assumirá a responsabilidade? Não é minha função dirigir os jogos. Eles não sabem mais trabalhar como árbitro. A marcação está fora de quadra (…) ele precisa de óculos porque não consegue ver nada mesmo. Ele não deveria ser árbitro”, disparou o russo em quadra.

5 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
João Sawao ando
João Sawao ando
1 mês atrás

Merece ser punido

Evandro
Evandro
1 mês atrás

Os jogadores são muito mais importantes do que os árbitros e lógico que assisto tênis para ver Medvedev e não Carlos Bernardes. Só que sem árbitros não tem jogos e o respeito tem de prevalecer sempre.

Federer eterno GOAT
Federer eterno GOAT
1 mês atrás

gosto muito do Daniil, sempre aguerrido e carismático em quadra. Ele faz muito bem ao tênis.

André Aguiar
André Aguiar
1 mês atrás

Estressadinho. Deveria ser multado.

Bruno
Bruno
29 dias atrás

Ele está correto, bola fora é fora! É injusto perder um ponto depois do seu adversário jogar uma bola fora. Como é possível acontecer esse tipo de erro com um árbitro de cadeira, vários árbitros de linha e com Hawk-Eye?

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE