PLACAR

Medvedev: “Não conseguia colocar uma bola na quadra”

Foto: Adelchi Fioriti/FITP

Roma (Itália) – Eliminado ainda nas oitavas de final do Masters 1000 de Roma, Daniil Medvedev não escondeu a frustração pela derrota sofrida para o norte-americano Tommy Paul nesta terça-feira. O russo, que era o atual campeão do torneio, afirma que não estava bem mentalmente e que isso comprometeu seu desempenho na partida. Com isso, cometeu muitos erros, principalmente no primeiro set.

“No primeiro set, eu não conseguia colocar uma bola na quadra. Mentalmente se eu estivesse melhor, pelo menos aproveitaria esse tempo. Provavelmente perderia o mesmo placar, mas usaria esse tempo para tentar me acostumar com o que estava acontecendo e ser melhor no segundo set. Essa quadra é bem diferente da Central”, disse Medvedev após a derrota por 6/1 e 6/4 para Paul. O jogo foi disputado na Grand Stand Arena, segunda maior do Foro Italico.

“Perdi muito tempo por não estar bem mentalmente. No segundo set, eu comecei a me acalmar e focar na partida, mas já era tarde demais. Esse é o grande problema que tenho com o saibro no momento. É me acostumar com o que sinto durante os jogos. Isso é algo que estou fazendo cada vez melhor com o tempo, melhor do que antes”, avaliou o número 4 do mundo.

Russo segue sem defender um título de ATP

Com a derrota, Medvedev segue sem conseguir defender um título no circuito, embora já acumule 20 conquistas na ATP. “É decepcionante, para ser honesto. Eu queria fazer melhor aqui e não cheguei nem perto. O que posso dizer? Quanto mais títulos eu ganho, mais chances tenho de defender”, explica o jogador de 28 anos.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

“Mais uma vez, eu tinha que estar melhor mentalmente hoje. Quando não estou bem, não consigo vencer. Isso é o que eu tinha que fazer muito melhor. É decepcionante, mas o esporte é assim. Você perde e vai para o próximo torneio, que é muito importante”, complementou o russo, que agora segue para Roland Garros.

A conquista no ano passado em Roma no ano passado foi a primeira e única de Medvedev no saibro. E ele falou sobre as dificuldades que tem para se adaptar ao piso. “Estou me sentindo muito melhor no saibro. O mais difícil para mim no saibro é me acostumar com as condições, pois cada quadra – em cada torneio do mundo – é um pouco diferente”.

“Eu nem sei por que exatamente. Será porque a superfície sob a quadra seria diferente? Ou porque uma quadra é maior e a outra é menor? A distância dos lados é menor? Nas quadras duras é a mesma coisa: cada quadra é diferente. Mas lá eu tenho a capacidade de me acostumar rapidamente. No saibro preciso de mais tempo”.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE