PLACAR

Medvedev e Zverev se enfrentam pela 1ª vez em Slam

Foto: Corinne Dubreuil/ATP Tour

Melbourne (Austrália) – A segunda semifinal masculina do Australian Open, marcada para as 5h30 da manhã desta sexta-feira, reunirá dois velhos conhecidos. Daniil Medvedev e Alexander Zverev têm apenas um ano de diferença e já se enfrentaram 18 vezes no circuito, com 11 vitórias para o russo. Curiosamente, nenhum desses encontros aconteceu em Grand Slam e pela primeira vez na carreira eles vão se enfrentar em um dos quatro maiores torneios do calendário.

Nos seis duelos mais recentes, todos no ano passado, Medvedev levou a melhor em cinco, abrindo larga vantagem em um retrospecto que até então estava empatado por 6 a 6. Vale destacar que todos os triunfos de Zverev diante do rival aconteceram em piso sintético, como é o caso do Australian Open. Já o russo venceu os únicos dois jogos no saibro. Eles nunca se enfrentaram na grama.

Na atual campanha em Melbourne, ambos enfrentaram longas maratonas para chegar à semifinal. Em seus cinco primeiros jogos, Medvedev concluiu apenas um em sets diretos, na terceira rodada contra Félix Auger-Aliassime. Seus principais desafios, no entanto, aconteceram na segunda fase e nas quartas de final diante de Emil Ruusuvuori e Hubert Hurkacz, respectivamente. Contra o finlandês, o número 3 do mundo chegou a estar perdendo por 2 sets a 0 e buscou a virada.

Aos 27 anos, Medvedev chega à oitava semifinal de Grand Slam da carreira e à terceira no Australian Open, onde foi vice duas vezes, em 2021 e 2022. Ele busca o seu segundo título de Major e o 21º no total. Se for campeão em Melbourne, ultrapassará o espanhol Carlos Alcaraz e voltará à segunda posição do ranking na próxima segunda-feira.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Do outro lado, Zverev também não teve vida fácil no torneio e precisou ir ao quinto set contra o eslovaco Lukas Klein ainda na segunda rodada e diante do britânico Cameron Norrie nas oitavas. Na estreia, o alemão superou o compatriota Dominik Koepfer em quatro sets, assim como fez contra Alcaraz nas quartas de final, naquela que foi sua primeira vitória contra tenistas do top 5 em Grand Slam.

Vice-campeão do US Open em 2020, Sascha está em sua sétima semi de Major e busca a segunda final. Em Melbourne, já havia alcançado a penúltima fase há quatro anos, quando perdeu para o austríaco Dominic Thiem, seu algoz na decisão em Nova York meses depois. Atualmente na quinta colocação do ranking, Zverev poderá recuperar o quinto lugar caso vença mais um jogo, superando o russo Andrey Rublev. Mesmo se for campeão, não subirá mais do que isso.

Entre os tenistas em atividade, Medvedev e Zverev são respectivamente o quinto e sexto jogadores com o maior número de semifinais de Slam, atrás apenas de Stan Wawrinka (9), Andy Murray (21), Rafael Nadal (38) e Novak Djokovic (48).

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Ideon
Ideon
1 mês atrás

Ja É hora do alemão começar a descontar e reduzir a desvantagem no confronto direito com o russo. O russo não leva.tanta vantagem sobre o alemão nesse tipo de piso. Será um jogaço, em que ambos os tenistas têm cacife e gabarito com chances idênticas de avançar à grande final contra o GOAT, Novak Djokovic.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE