PLACAR

Medvedev domina duelo russo e lidera seu grupo no Finals

Foto: Corinne Dubreuil/ATP Tour

Turim (Itália) – No jogo que encerrou a primeira rodada do ATP Finals, Daniil Medvedev dominou o duelo russo contra Andrey Rublev e terminou a segunda-feira na liderança do Grupo Verde em Turim. O atual número 3 do mundo marcou as parciais de 6/4 e 6/2 em apenas 1h31 de parida.

Esta foi a sétima vitória de Medvedev em nove jogos contra Rublev, quinto colocado no ranking. Campeão do Finals em 2020, o russo de 27 anos tem a chance de garantir a classificação antecipada para a semifinal já na próxima quarta-feira, quando enfrenta o alemão Alexander Zverev. Ele tem dez vitórias e sete derrotas contra Zverev, com 4 a 1 nos duelos disputados este ano.

Já Rublev busca a recuperação no torneio diante de Carlos Alcaraz, vice-líder do ranking. O confronto entre os dois é inédito no circuito e quem perder pode ser preocemente eliminado do torneio entre os oito melhores do mundo ou, no máximo, entrar na última rodada do grupo com remotas chances de classificação para a semi.

Apesar do placar equilibrado no primeiro set, a pressão de Medvedev sobre o saque do rival foi constante, tanto que Rublev salvou quatro break-points nos dois primeiros games de serviço. A única quebra da parcial veio quando ex-líder do ranking fez 4/3. Na reta final da parcial, Rublev criou sete chances de devolver a quebra, mas não aproveitou nenhuma das várias oportunidades que teve.

Mais confiante na partida, Medvedev já começou o segundo set com quebra acima e liderando por 2/0. Pouco depois, voltou a quebrar e fez 4/1. Ele não enfrentou break-points na parcial e cedeu apenas cinco pontos em seus games de serviço. Com bom desempenho no saque, disparou 10 aces na partida, seis no primeiro set e quatro no segundo, enquanto Rublev se perdia em cada vez mais erros não-forçados. Medvedev liderou nos winners por 24 a 19 e cometeu apenas 8 erros contra 28 de seu adversário.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE