PLACAR

Medvedev diz estar mentalmente mais forte após viradas

Foto: Tennis Australia

Melbourne (Austrália) – Pela segunda vez em seis jogos na atual campanha do Australian Open, Daniil Medvedev precisou correr atrás do resultado e virar o placar após estar perdendo por 2 sets a 0. Depois de recuperar um jogo quase perdido contra o finlandês Emil Ruusuvuori na segunda rodada, desta vez o russo reagiu diante do alemão Alexander Zverev na semifinal do torneio.

Com duas grandes viradas e outros jogos complicados até aqui, o número 3 do mundo afirma que essas longas batalhas e provas de recuperação o ajudaram a se sentir cada mais vez forte no aspecto mental.

“Estou mentalmente mais forte do que estava antes do torneio, porque agora sei que sou capaz de algumas coisas que talvez pensasse que não era. Acredito que antes não seria capaz de fazer algo assim para chegar à final. Honestamente, é melhor estar na final vencendo partidas de três e quatro sets, pois é a melhor maneira fisicamente. Mas, de qualquer forma, estou orgulhoso e ansioso para dar 100% novamente na decisão”, comentou após a vitória por 5/7, 3/6, 7/6 (7-4), 7/6 (7-5) e 6/3 em 4h20 contra Zverev.

Sobre o duelo com o alemão, Medvedev revelou que foi para o tudo ou nada, pois já não era mais capaz de disputar ralis tão longos e intensos por muito tempo. “Eu tentei lutar. Fui mais agressivo, porque estava cansado, então entendi que não conseguiria correr por três horas. Na verdade, ao fazer isso, consegui me recuperar um pouco e depois me senti melhor que ele fisicamente. No geral, dei o meu melhor, servi melhor e consegui chegar lá”, destacou.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Na decisão, o campeão do US Open de 2021 terá pela frente um novato em finais de Grand Slam, o jovem italiano Jannik Sinner, de 22 anos. Indo para a sua sexta decisão deste gabarito e a terceira em Melbourne, o russo espera fazer valer de alguma forma essa experiência.

“Espero ter alguma vantagem, pois vantagem física provavelmente não terei. Vantagem no tênis, vamos ver. Creio que a primeira final é sempre diferente para cada pessoa. Tenho certeza que alguns caras foram derrotados na primeira final e se sentiram tão bem que conseguiram vencer depois. Para outros, é mental difícil e acabam perdendo de novo. Não tenho ideia de como será para Jannik, mas eu mesmo tenho essa experiência. Vou tentar o meu melhor e vamos ver quem ganha”, avaliou.

O russo de 27 anos, inclusive, recordou como foi sua primeira decisão de Slam, no US Open de 2019 contra Rafael Nadal, e afirmou que foi naquele momento em que passou a acreditar mais em si e na possibilidade de ganhar grandes títulos.

“Minha primeira final foi uma loucura, porque na época eu não conhecia meu tênis tão bem quanto conheço agora, então foi apenas o começo de quando comecei a ser um jogador de ponta. Tinha acabado de chegar ao top 10 e estava jogando contra o Rafa. De certa forma, eu não sabia como me sentir ou o que fazer. Depois de sair atrás e conseguir aquela recuperação maluca, acabei perdendo, mas foi quando eu acreditei ainda mais em mim mesmo que posso fazer isso”, diz.

Agora, seu adversário será um jogador contra quem venceu as seis primeiras partidas, mas acabou perdendo as últimas três, todas na reta final da temporada passada, período no qual Medvedev afirma que não estava 100% bem fisicamente. Segundo ele, para vencer Sinner é preciso estar em totais condições para ter alguma chance.

“Na minha opinião, não houve muita mudança tática quando ele venceu os últimos três jogos. Ele fez um pouco mais de saque e voleio, talvez foi um pouco mais agressivo, mas ao mesmo tempo é isso que ele está fazendo contra todos. Ele está apenas jogando melhor. As três partidas foram difíceis, com tiebreaks, e eu tive minhas chances. Se eu quiser vencê-lo, tenho que elevar meu nível”, finalizou.

8 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Vinícius
Vinícius
26 dias atrás

Sinner Favoritaço

Evandro
Evandro
26 dias atrás
Responder para  Vinícius

Ele joga mais bonito. Mas, não. Não é o favorito. Nessas horas, pesa a experiência, porque ela te dá clareza mental de que você pode. Já fez isso antes. Que vença o melhor!

SANDRO
SANDRO
26 dias atrás
Responder para  Vinícius

Não acho que tenha favorito… Qualquer um dos 2 pode ganhar…

GORDÃO
GORDÃO
26 dias atrás

Vamo Sinner!

Fernando Venezian
Fernando Venezian
26 dias atrás

Quanto mais vejo o Daniil jogar, fico mais convencido de que ele é um robô criado por inteligência artificial! É a partida inteira jogando da mesma forma, trocando backhand até o dia amanhecer! rsrs….Será uma grande final e sem favoritos!

Flávio
Flávio
26 dias atrás
Responder para  Fernando Venezian

Fernando Venezian,mas ele tem recurso técnico também cara e mostrou isso hoje contra Zverev ao variar seu jogo usando curtas e slices e até voleando, então acho que ele sabe usar um pouco de técnica só que às vezes parece insegura nessa prática.

Fernando
Fernando
26 dias atrás

Medvedev deve ter pensado: “Ainda bem que Djokovic não estará na final.”
O russo está aliviado de que será Sinner, e vai jogar com mais intensidade. Daniil vai levar esse Slam, pegando saque do italiano no fundão da quadra.

Osvaldo
Osvaldo
26 dias atrás

tá jogando demais, vai triturar o Sinner na final

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE