PLACAR

Medjedovic supera Fils e conquista o Next Gen Finals

Hamad Medjedovic (Foto: Next Gen ATP Finals)

Jeddah (Arábia Saudita) – O sérvio Hamad Medjedovic é o campeão do Next Gen ATP Finals de 2023. Neste sábado, o atual 110º do mundo superou na decisão o francês Arthur Fils, 36º do ranking e principal favorito da competição, por 3 sets a 2, parciais de 3/4 (6-8), 4/1, 4/2, 3/4 (9-11) e 4/1, em 2h14 de jogo.

Aos 20 anos de idade, Medjedovic é o sexto jogador de país diferente a conquistar o Next Gen em seis edições já realizadas. Antes dele, faturaram o torneio o sul-coreano Chung Hyeon (2017), o grego Stefanos Tsitsipas (2018), o italiano Jannik Sinner (2019), o espanhol Carlos Alcaraz (2021) e o norte-americano Brandon Nakashima (2022).

Este é também o quarto título do sérvio na temporada, após ter levantado três troféus de nível challenger que o ajudaram a ganhar 145 posições no ranking em apenas um ano, pulando do 255º lugar para o 110º posto. Além disso, ele disputou em 2023 suas primeiras chaves principais de Grand Slam, caindo na estreia em Roland Garros e Wimbledon.

Por ser campeão invicto, Medjedovic embolsará um prêmio de US$ 514 mil. Além da vitória diante de Fils na decisão, ele acumulou outros quatro triunfos em Jeddah. Pelo Grupo Vermelho, derrotou o norte-americano Alex Michelsen, o francês Luca Van Assche e o jordaniano Abedallah Shelbayh. Já na semifinal, contou com a desistência do suíço Dominic Stricker por causa de uma lesão nas costas quando vencia o jogo por 1 set a 0 e tinha vantagem de 2/1 na segunda parcial.

Considerado uma das grandes promessas do tênis sérvio, Medjedovic tem chamado a atenção e inclusive recebido apoio do número 1 do mundo, o compatriota Novak Djokovic. Segundo o jovem, Nole tem sido fundamental em seus primeiros passos no circuito profissional e foi o primeiro a lhe parabenizar após o inédito título de challenger conquistado no saibro alemão de Luedenscheid, no ano passado.

“Novak Djokovic tem me ajudado financeiramente, dando-me tudo o que preciso para minha carreira. Ele cobriu tudo. Não apenas me ajudou quando eu precisei, mas ainda está me ajudando de todas as maneiras. Estou feliz que ele esteja lá para mim. Quando peguei meu telefone, vi sua mensagem de voz durando mais de um minuto. Ele é uma lenda porque está sempre disponível para aconselhar”, declarou.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Por sua vez, o vice-campeão Arthur Fils é outro nome que merece destaque após uma grande temporada. Aos 19 anos, o francês alcançou duas finais de ATP 250, sendo campeão no saibro de Lyon e vice na quadra rápida coberta da Antuérpia, além de ter faturado o Challenger de Oeiras, também em piso duro.

Tais resultados o ajudaram a saltar mais de 200 posições no ranking durante o ano, saindo do 251º lugar em janeiro para o 36º neste fim de temporada. Ele também disputou em 2023 os seus primeiros Grand Slam, parando na primeira rodada de Roland Garros e Wimbledon e chegando à segunda fase no US Open.

6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Israel
Israel
2 meses atrás

Parabéns pelo título. Um silêncio ensurdecedor da mídia corporativa que torcia pelo adversário. Futuro brilhante.

Fernando S
Fernando S
2 meses atrás
Responder para  Israel

Ambos têm muita qualidade.

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
2 meses atrás

Parabéns ao Hamad Medjedovic pelo título. Mais um da nova geração despontando. Tomara que consiga se firmar no circuito e ser protagonista como Alcaraz, Sinner e Rune. Ter o Djokovic como referência e conselheiro é um grande privilégio.

SANDRO
SANDRO
2 meses atrás

Não dá pra entender o preconceito contra os SÉRVIOS…
Novak Djokovic tem me ajudado financeiramente, dando-me tudo o que preciso para minha carreira. Ele cobriu tudo. Não apenas me ajudou quando eu precisei, mas ainda está me ajudando de todas as maneiras. Estou feliz que ele esteja lá para mim. Quando peguei meu telefone, vi sua mensagem de voz durando mais de um minuto. Ele é uma lenda porque está sempre disponível para aconselhar”

Balbino Neto
Balbino Neto
2 meses atrás

Foi um jogaço de tênis com lances e disputas espetaculares. O equilíbrio foi o marco da partida, mas sempre com leve superioridade para o sérvio Medjedovic, o que foi confirmado no último set em que venceu e fechou sobre o francês Fils.

Moema Sampaio
Moema Sampaio
2 meses atrás

Parabéns Medjedovic, aprsar da imprensa torcer sempre para todos contra os sérvios, espero que siga o caminho fantástico do THE GOAT NOVAK DJOKOVIC God bless tou

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE