PLACAR

Luz supera Pucinelli e desafia Fonseca nas quartas em Assunção

Foto: João Pires/Fotojump

Assunção (Paraguai) – Em duelo entre dois jogadores brasileiros, o gaúcho Orlando Luz superou o paulista Matheus Pucinelli e garantiu vaga nas quartas de final do challenger de Assunção, em quadras de saibro. Ele marcou as parciais de 7/5 e 6/1 em 1h52 de partida nesta quarta-feira.

Este foi o terceiro duelo entre Luz e Pucinelli no circuito, com a segunda vitória do gaúcho. Aos 26 anos, ele ocupa o 371º lugar do ranking da ATP e seu recorde pessoal é a 272ª posição, de agosto de 2021. Com os resultados de momento, o tenista recupera 29 posições e chegando ao 342ºlugar.

Já Pucinelli, de 22 anos, ocupa o 295º lugar e já foi 190º do mundo em setembro de 2022. O jovem paulista vai ganhando 16 posições por ter avançado uma rodada. Mas o ranking da ATP só será atualizado após o Masters 1000 de Miami, possibilitando novas mudanças após os challengers da semana que vem.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

É certo que um brasileiro será semifinalista. Isso porque Luz enfrentará o carioca de 17 anos João Fonseca, 341º colocado. O gaúcho venceu o único duelo anterior, disputado no ano passado em Mogi das Cruzes. Os dois brasileiros já estão ganhando 12 pontos na ATP com a vaga nas quartas e o vencedor ficará com 22 pontos pela semifinal. O torneio dá 75 pontos ao campeão e 44 para o vice.

Outros três brasileiros jogam nesta quinta-feira. Os paulistas Gustavo Heide e Pedro Sakamoto se enfrentam, enquanto o também paulista Nicolas Zanellato desafia o peruano Juan Pablo Varillas, principal cabeça de chave.

Vitórias brasileiras nas duplas
Nas duplas, Fernando Romboli e Marcelo Zormann venceram o uruguaio Ignacio Carou e o peruano Conner Huertas del Pino por 7/5 e 7/6 (8-6). Cabeças de chave 4, eles podem enfrentar os convidados locais Daniel Vallejo e Martin Del Puerto ou os israelense Daniel Cukierman e o argentino Mariano Kestelboim.

Já os gaúchos Orlando Luz e Marcelo Demoliner são os cabeças 2 venceram o canadense Liam Draxl e Alexander Weis por duplo 7/5. Os próximos adversários serão os argentinos Andrea Collarini e Genaro Olivieri.

6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Haroldo Guimaraes
Haroldo Guimaraes
3 meses atrás

OS Brazucas foram bem em terras paraguaias….no começo da semana ninguem apostava em semifinal. Torço pelo Luz, torço pelo Fonseca, o melhor que vença.

Andre Borges
Andre Borges
3 meses atrás

Chave aberta pro João.

Refaelov
Refaelov
3 meses atrás

Assisti um bom pedaço desse jogo e digo q foi um confronto nivelado por baixo, sobretudo no 1° set: Luz com um % de 1° saque em quadra de 40%, Pucinelli além do já habitual saque pouco contundente estava num dia particularmente ruim nas devoluções.. o Luz depois de desperdiçar uma penca de BP no começo do 1° set, quase entregou a rapadura, cedendo 3 BP em erros tolos os quais o Pucinelli tratou de desperdiçar pra, em seguida, perder o serviço e o set..

No 2° set, n que o nível tenha subido muito mas,ao menos o Luz tratou de aproveitar os BP no início do set dessa vez e encaminhou a partida..

Se jogar no nível de hj contra o Fonseca, deverá tomar uma derrota protocolar nas QF. O gaúcho vai precisar jogar num nível similar à primeira rodada pra dar jogo..

Guilherme do ES Ribeiro
Guilherme do ES Ribeiro
3 meses atrás

Sempre torci pro Luz. O que ele jogava como juvenil era igual ou muito próximo do que o João Fonseca fez. Tem muita mão, muita técnica e tinha potencial fácil pra TOP200 ou até mesmo TOP100, mas não virou. Fico sempre na expectativa de que uma hora vai. TOP 100 não acredito mais, mas acho que com um bom trabalho e foco, dá pra tentar um TOP 200.

Refaelov
Refaelov
3 meses atrás
Responder para  Guilherme do ES Ribeiro

O Luz pra mim foi muito mais o físico q n se desenvolveu para o condizente à um atleta de primeira linha. Em parte provavelmente por desleixo dele mas, ali certamente tbm tem um componente genético no qual ele n foi feliz..

Matheus Ferreira
Matheus Ferreira
3 meses atrás

Orlando Luz segue pontuando,tem melhorado,mas agora o páreo é mais duro contra o promissor Fonseca,jogo interessante para assistirmos e que vença quem jogar melhor!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE